Moradores de Paredes queixam-se de ruído de linha de alta tensão

| Norte
Porto Canal

Dezenas de habitantes da freguesia de Recarei, Paredes, queixam-se do "ruído insuportável" provocado por uma linha de muito alta tensão que entrou recentemente em funcionamento, disse hoje à Lusa um morador.

"Aquilo parece um motor a trabalhar que se ouve a 200 ou 300 metros da linha", contou Amândio Guimarães, que reside numa das zonas atravessadas por aquela linha.

Segundo aquele morador, o ruído é mais intenso quando chove, sendo "especialmente incomodativo durante a noite, quando as pessoas querem descansar".

Amândio Guimarães disse que a linha passa por cima de várias habitações nos lugares de Terronhas e Rochão.

A linha entrou em funcionamento na sexta-feira, mas o ruído tornou-se mais intenso a partir do domingo, quando recomeçou o tempo chuvoso, explicou.

O residente insistiu à Lusa que o barulho de que se queixam os moradores não é "o tradicional zumbido", habitualmente produzido pelas linhas de muito alta tensão, mas "um som mais forte, tipo um motor".

"Há outra linha idêntica que passa na freguesia e não faz um barulho tão forte", frisou.

Desde domingo, assinalou, que a situação tem sido comunicada pelos populares à Rede Elétrica Nacional (REN), mas até hoje o problema ainda não foi resolvido.

+ notícias: Norte

Rede de Turismo Industrial da região Porto e Norte conta com mais 15 pontos de visita

O Turismo do Porto e Norte alarga, na próxima segunda-feira, a mais 15 entidades da região a sua rede de Turismo Industrial, passando assim a incluir mais de 100 pontos de visita nessa oferta de museus, fábricas e outros equipamentos.

PS quer que Casa do Douro volte a ser associação pública e de inscrição obrigatória

O PS entregou, esta semana, no Parlamento, um projeto-lei que pretende trazer de novo a Casa do Douro para a esfera pública, atribuindo-lhe novas competências e inscrição obrigatória. Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP) mostra-se contra a reinstitucionalização, pedindo uma organização forte e representativa dos produtores. 

Aumento de 7,9% da Águas da Região de Aveiro "em conformidade com o regulador"

A empresa Águas da Região de Aveiro (AdRA) esclareceu, esta sexta-feira, que o aumento em 7,9% do tarifário da água e saneamento para 2023 “está em conformidade com a Entidade Reguladora”.