Info

Moradores de Paredes queixam-se de ruído de linha de alta tensão

| Norte
Porto Canal

Dezenas de habitantes da freguesia de Recarei, Paredes, queixam-se do "ruído insuportável" provocado por uma linha de muito alta tensão que entrou recentemente em funcionamento, disse hoje à Lusa um morador.

"Aquilo parece um motor a trabalhar que se ouve a 200 ou 300 metros da linha", contou Amândio Guimarães, que reside numa das zonas atravessadas por aquela linha.

Segundo aquele morador, o ruído é mais intenso quando chove, sendo "especialmente incomodativo durante a noite, quando as pessoas querem descansar".

Amândio Guimarães disse que a linha passa por cima de várias habitações nos lugares de Terronhas e Rochão.

A linha entrou em funcionamento na sexta-feira, mas o ruído tornou-se mais intenso a partir do domingo, quando recomeçou o tempo chuvoso, explicou.

O residente insistiu à Lusa que o barulho de que se queixam os moradores não é "o tradicional zumbido", habitualmente produzido pelas linhas de muito alta tensão, mas "um som mais forte, tipo um motor".

"Há outra linha idêntica que passa na freguesia e não faz um barulho tão forte", frisou.

Desde domingo, assinalou, que a situação tem sido comunicada pelos populares à Rede Elétrica Nacional (REN), mas até hoje o problema ainda não foi resolvido.

+ notícias: Norte

Vacinas da Janssen administradas a mulheres com menos de 50 anos em Paredes 

O centro de vacinação do Rota dos Móveis, em Lordelo, no concelho de Paredes, está, alegadamente, a administrar vacinas da Janssen a mulheres com menos de 50 anos, segundo apurou o Porto Canal.

Incêndio destrói parte do telhado do Palácio da Justiça no Porto. Veja as imagens

Um incêndio deflagrou, na tarde desta sexta-feira, por volta das 15h33, no Campo dos Mártires da Pátria, na cobertura do Palácio da Justiça, no Porto, fazendo com que o edífício fosse evacuado e acabou por destruir parte do telhado. Em declarações aos jornalistas, Rui Moreira, Presidente da Câmara Municipal do Porto, afirmou que "o incêndio está estabilizado e a preocupação princpial foi retirar todos os presentes do interior".

Atualizado 23-07-2021 16:20

Pinto da Costa afirma que o Governo e DGS "estão a matar o futebol"

O Presidente do Futebol Clube do Porto, Pinto da Costa, acusou o Governo e a DGS de estarem a "a matar o futebol", em declarações ao Porto Canal. O Presidente dos 'Dragões' afirma que "se pudesse importava os líderes das ilhas portuguesas para Portugal".

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.