Info

Bloco de Esquerda pede que medalha de mérito da Cidade do Porto atribuída ao marido de Isabel dos Santos seja retirada

| Norte
Porto Canal

José Soeiro, deputado do Bloco de Esquerda, anunciou, esta terça-feira, que o partido vai pedir à Assembleia Municipal do Porto que seja retirada a medalha de mérito da cidade, grau ouro, atribuída, em 2015, a Sindika Dokolo, marido da empresária angolana Isabel dos Santos, protagonista do recente caso Luanda Leaks, onde está indiciado que Isabel dos Santos terá desviado mais de 100 milhões de dólares da Sonangol para uma 'offshore' no Dubai.

 

O depuatdo considera que "a cidade do Porto não deve ter nenhum orgulho na medalha atribuída e deve retirar a homenagem que foi feita". José Soeiro refere ainda que o Bloco de Esquerda entende que "não há nenhum mérito em assaltar um povo e em utilizar a promoção da cultura para branquear essa forma de corrupção."

Para o deputado do Bloco de Esquerda "a família de Isabel assaltou o povo angolano e fê-lo com a cumplicidade da elite económica e política em Portugal", por isso, a medalha de mérito da Cidade do Porto atribuída em 2015 a Sindika Dokolo é "uma forma de conivência com esse assalto" e "deve ser retirada", pedido que o partido de José Soeiro fará à Assembleia Municipal do Porto.

+ notícias: Norte

Passageiros retidos durante duas horas em voo da TAP por suspeita de coronavírus

O Porto Canal sabe que um voo da TAP de origem de Milão-Malpensa, Itália, deixou os passageiros retidos no Aeroporto Francisco Sá Carneiro durante duas horas por suspeita de um passageiro estar contaminado com coronavírus.

(em atualização)

PS Porto pede reversão do processo de extinção de freguesias na cidade

A concelhia do PS/Porto quer desagregar as freguesias da cidade. O presidente da concelhia, Tiago Barbosa Ribeiro, diz que a reforma levada a cabo pelo governo de Passos Coelho violou o património identitário.

Prazo das obras do metro do Porto alargado até 9 de março

Foi prolongado por mais duas semanas o prazo para candidaturas às obras do metro do Porto. Em causa estão a nova linha Rosa e a extensão da linha Amarela.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS

N'Agenda

"A Amália Rodrigues mexeu...