Info

Sindicato Independente dos Professores vai ouvir docentes do 1.º ciclo sobre carreiras

| País
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 01 jul (Lusa) -- O Sindicato Independente dos Professores e Educadores (SIPE) vai lançar um inquérito nacional aos docentes do 1.º ciclo, "para que estes se pronunciem sobre a estrutura das suas carreiras", em questões como regime de aposentação especial ou carga horária.

"O SIPE avança com este inquérito na semana em que o Ministério da Educação publicou o calendário escolar para o ano letivo 2016-2017 sem ouvir antecipadamente os sindicatos, com a extensão do período de aulas no terceiro período, que o SIPE entende irá penalizar professores e alunos do 1º ciclo de escolaridade", refere a estrutura sindical em comunicado hoje divulgado.

Para o sindicato, mais aulas não significa maior sucesso escolar, defendendo que os alunos serão prejudicados a nível pedagógico e na sua motivação.

Sobre a diminuição da carga horária semanal, o SIPE refere que os professores do 1.º ciclo dão mais seis horas de aulas do que os restantes colegas do ensino básico, sem que tenham direito às reduções de horário quando atingem os 50 anos, como acontece com os professores de outros ciclos.

O SIPE critica igualmente que os docentes do 1.º ciclo do ensino básico não tenham direito a nenhum regime especial de aposentação.

Estas são "diferenças que o sindicato quer suprimir", refere o SIPE no comunicado.

IMA//GC

Lusa/fim

+ notícias: País

Mais de 20 hospitais realizam consultas de especialidade e cirurgias ao fim de semana

Hospitais de todo o país estão a realizar consultas de especialidade e cirurgias ao fim de semana. No Hospital de São João até ao domingo, durante todo o dia, são prestados esses serviços. O Sindicato Independente dos Médicos diz que é preciso haver uma negociação séria com o Governo.

Advogados e solicitadores protestam contra regime contributivo da Caixa de Previdência

Centenas de advogados, solicitadores e agentes de execução manifestaram-se, esta sexta-feira, contra o sistema de contribuições da Caixa de Previdência dos Advogados e Solicitadores.
Este sistema prevê uma contribuição mensal e obrigatória superior a duzentos euros, independentemente dos rendimentos.

Trabalhadores de saúde em greve a 20 de dezembro contra degradação do SNS

Os trabalhadores da saúde vão cumprir um dia de greve a 20 de dezembro, em protesto contra "os inúmeros problemas" diários e em defesa do Serviço Nacional de Saúde (SNS) e condições de trabalho.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

DESCUBRA MAIS

D'Mais

Atitudo - Artes Marciais &...

Nota Alta

"A cidade do Porto está com um...