Info

Misericórdia do Porto congratula-se com prémio Museu Português 2016

| Norte
Porto Canal com Lusa

Porto, 03 jun (lusa) - O provedor da Misericórdia do Porto, António Tavares, afirmou que o "prestigiante" Prémio Museu Português do ano atribuído hoje ao museu da instituição (MMIPO) "reconheceu o impacto" que esta estrutura teve para a cidade.

"Penso que é motivo de grande regozijo para todos nós e para todos aqueles que no dia-a-dia têm feito tudo para que o Porto seja um espaço agradável de visita e com atrações culturais" afirmou o provedor.

António Tavares disse ainda, em declarações à Lusa, que "o prémio acaba por reconhecer o trabalho da Misericórdia do Porto e o empenho na abertura e na divulgação do património"

O Museu da Misericórdia do Porto, que hoje venceu o Prémio Museu Português do ano, reúne pinturas, paramentos, esculturas, peças de ourivesaria e documentos, com mais de 500 anos de história, e foi idealizado há mais de um século.

Inaugurado em julho de 2015, o MMIPO foi o primeiro museu a ser instalado no centro histórico da cidade, e exibe o património da SCMP, recebido por herança ou por aquisições.

Na coleção acumulada desde o século XIV, destaca-se o quadro "Fons Vitae", de autor desconhecido, e a pintura de Josefa de Óbidos "A Sagrada Família com São João Batista, Santa Isabel e Anjos", adquirida em janeiro, pela Misericórdia, num leilão da Sotheby's, em Nova Iorque, por 250 mil dólares (cerca de 228 mil euros).

Pensado pelo provedor da SCMP conde Samodães, há mais de cem anos, o Museu da Misericórdia do Porto foi instalado no edifício da rua das Flores que foi sede da instituição a partir de meados do século XVI até 2013.

No discurso da inauguração do Museu, o atual provedor, António Tavares, destacou o facto de o museu contribuir "de um modo decisivo para afirmar o processo de reabilitação" do centro histórico do Porto.

Além do prémio de Museu Português do ano, da Associação Portuguesa da Museologia (APOM), o Museu da Misericórdia do Porto foi igualmente distinguido com o Prémio Aquisição, pela compra da pintura de Josefa de Óbidos, e com o Prémio de Melhor Sítio na Internet.

LZF (ACG)// MSP

Lusa/Fim

+ notícias: Norte

Prisão efetiva até 10 anos para 19 acusados de traficar drogas no Porto

O tribunal de São João Novo, no Porto, aplicou hoje penas de prisão efetivas, entre ano e meio e 10 anos, a 19 dos 23 acusados por tráfico de drogas “duras” a partir do bairro do Aleixo, naquela cidade.

Urgência pediátrica em Chaves sem médico em permanência durante a noite

A urgência de pediatria do Hospital de Chaves está sem médico permanente durante a noite, entre as 20:00 e as 08:00, pelo menos desde o verão do ano passado, revelou hoje à Lusa uma associação de pais do concelho.

Segurança Social de Matosinhos vive dias de caos completo

Filas de espera intermináveis e más condições são algumas das queixas dos utentes da Segurança Social em Matosinhos. Todas as manhãs o caos instala-se. O Instituto da Segurança Social diz que estão a ser feitos esforços para encontrar um novo espaço e melhorar condições.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.