Info

Investimento de 4,7ME cria 15 postos de trabalho em Pedras Salgadas

Investimento de 4,7ME cria 15 postos de trabalho em Pedras Salgadas
| Norte
Porto Canal

Um empresário está a construir um hotel em Pedras Salgadas, concelho de Vila Pouca de Aguiar, num investimento de 4,7 milhões de euros que, em plena época de crise, vai criar 15 postos de trabalho.

Paulo Costa afirmou hoje à agência Lusa que o novo hotel, que deverá entrar em funcionamento em março de 2014, vem dar "resposta a uma carência muito grande" que se sente nesta zona.

O empresário quer aproveitar os ecoturistas e aquistas que cada vez mais se deslocam à vila termal e ao concelho transmontano.

"Temos tido várias solicitações de agências de viagens, mesmo de particulares, à procura de instalações. É uma carência muito grande", salientou.

Este empreendimento é também, segundo acrescentou, uma "aventura" nesta época de crise. "Mas não podemos ficar quietos e de braços cruzados, temos que fazer alguma coisa", sublinhou.

Paulo Costa referiu que as unidade de alojamento do parque termal da cervejeira Unicer, onde possui um SPA termal, estão quase sempre lotadas e, por isso, os aquistas e ecoturistas procuram outras alternativas.

Depois, aliado a este investimento, a Câmara de Vila Pouca de Aguiar está ainda a requalificar as margens do rio Avelames, que atravessa a vila, e vai recuperar o Centro Hípico das Romanas, onde o município quer fazer renascer os concursos de saltos internacionais e, ao mesmo tempo, implementar uma escola de hipismo que vai funcionar durante todo o ano.

Ao lado do Centro Hípico será construída a Academia de Golfe, que quer funcionar com um complemento ao campo de golfe de 18 buracos do Vidago Palace Hotel, que pertence à Unicer.

"Tudo isto vai servir para atrair mais pessoas a Pedras Salgadas", salientou o empresário.

O novo hotel vai criar 15 postos de trabalho, dando prioridade aos locais para as contratações.

Representa ainda um investimento de 4,7 milhões de euros, que conta com o apoio de fundos comunitários.

O Pedras Salgadas Hotel, integrado na categoria de quatro estrelas, vai ter 52 quartos e vai colocar ao dispor dos hóspedes várias ofertas associadas a tratamentos termais, atividades na natureza ou visitas ao património da região.

A unidade vai dispor ainda de ginásio, piscina, bar, auditório e estacionamento.

+ notícias: Norte

GNR desmantela rede de contrafação no Norte e apreende 1,4 milhões de euros em artigos

A Unidade de Ação Fiscal da GNR anunciou este sábado que desmantelou uma rede de fabrico e venda de artigos contrafeitos, apreendendo material no valor estimado de 1,4 milhões de euros em Matosinhos e Famalicão.

Alunos de Vinhais fecham escola por causa do frio

Os alunos da escola secundária de Vinhais queixam-se do frio nas salas de aulas. Não se fazem obras no centro escolar há mais de 30 anos e os 300 alunos protestam contra a falta de condições.

População de Covas do Barroso está contra o projeto da mina de lítio

A população de Covas do Barroso e a autarquia de Boticas estão contra o projeto de uma mina de lítio a céu aberto em território classificado como Património Agrícola Mundial. A empresa responsável fala num investimento de 500 milhões de euros.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.