Info

Covid-19: Internamentos hospitalares e casos graves aumentam em França

| Mundo
Porto Canal com Lusa

Paris, 10 ago 2020 (Lusa) -- As autoridades de saúde francesas advertiram hoje sobre um aumento da circulação do novo coronavírus no país que se está a refletir, entre outras situações, num aumento dos internamentos hospitalares e dos casos graves.

A Direção Geral da Saúde (DGS) revelou que nas últimas 24 horas foram registados 108 novos ingressos nos hospitais por covid-19, num total de 5.045, enquanto 28 pessoas foram dirigidas para as unidades de cuidados intensivos, onde agora permanecem 396 doentes.

Na passado sexta-feira, quando foi divulgado o último balanço mais detalhado, tinham-se registado 136 altas nos hospitais e 20 nas unidades de cuidados intensivos.

O comunicado acrescentou que o número de positivos atingiu 785 num dia e 10.800 numa semana, com um total de 30.340 mortos, mais 16 em relação a sexta-feira, com 19.834 pessoas a morrerem nos hospitais e 10.506 em lares de terceira idade e centros de apoio.

A DGS sublinhou que a circulação do vírus aumenta particularmente entre os jovens adultos e em cidades como Marselha ou Paris.

Na capital francesa foi imposta hoje a obrigação de usar máscara em algumas das zonas mais frequentadas da cidade, incluindo as margens do rio Sena ou diversas ruas comerciais, enquanto em Marselha a mesma medida começou a ser aplicada no sábado.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 731 mil mortos e infetou mais de 19,8 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Os Estados Unidos são o país com mais mortos (162.938) e também com mais casos de infeção confirmados (mais de 5 milhões).

Seguem-se Brasil (101.049 mortos, mais de 3 milhões de casos), México (52.298, mais de 480 mil infetados), Reino Unido (46.526 mortos, mais de 311 mil casos) e Índia (44.386 mortos e mais de 2,2 milhões de infetados).

A Rússia, com 14.973 mortos, é o quarto país do mundo em número de infetados, depois de EUA, Brasil e Índia, com mais de 890 mil casos, seguindo-se a África do Sul, com mais de 559 mil casos e 10.408 mortos.

Na Europa, o maior número de vítimas mortais regista-se no Reino Unido (46.526 mortos, mais de 311 mil casos), seguindo-se Itália (35.209 mortos, mais de 250 mil casos), França (30.625 mortos, mais de 331 mil casos) e Espanha (28.500 mortos, mais de 322 mil casos).

Portugal contabiliza 1.750 mortos em 52.537 casos de infeção.

PCR // EL

Lusa/Fim

+ notícias: Mundo

Covid-19: Mais de 920 mil mortos e 28,8 milhões de infetados em todo o mundo

A pandemia do novo coronavírus já matou mais de 920 mil pessoas em todo o mundo e infetou mais de 28,8 milhões, segundo um balanço da agência AFP baseado em dados oficiais.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.