Info

PSD/Aveiro esclarece que empréstimo do BPN foi para a sede e está a ser pago

| Política
Fonte: Agência Lusa

Aveiro, 09 abr (Lusa) - A Comissão Política Distrital do PSD de Aveiro esclareceu hoje que o empréstimo bancário concedido pelo BPN se destinou à compra da sede, imóvel dado em garantia para o financiamento.

Num "esclarecimento" enviado à Lusa, a distrital do PSD salienta que "foram os responsáveis da comissão política distrital do PSD/Aveiro que, no cumprimento mais escrupuloso da transparência e da legalidade, reportaram a todas as entidades competentes o empréstimo bancário que havia sido contraído junto da instituição bancária BPN".

Frisando que "o recurso a empréstimos bancários pelos partidos políticos é uma prática comum", a distrital de Aveiro do PSD esclarece que o empréstimo contraído em 2001 "destinou-se à aquisição da sede, cujo imóvel foi dado como garantia do financiamento".

Segundo aquele órgão distrital, o partido tem vindo a amortizar esse empréstimo e os juros correspondentes: "a comissão política distrital do PSD/Aveiro, no âmbito das suas responsabilidades, encontra-se, em termos legais e contratuais, a amortizar tal empréstimo e respetivos juros".

O PSD de Aveiro aproveita para lamentar que o BPN, "depois de nacionalizado em 2008, pelo anterior governo, tenha falhado no ano de 2009 o dever de reportar às entidades competentes a informação devida".

O Correio da Manhã noticiou hoje que o BPN emprestou dinheiro à distrital do PSD de Aveiro, que Oliveira e Costa chegou a liderar, mas omitiu esse financiamento, que os sociais-democratas inscreveram nas suas contas.

O acórdão do Tribunal Constitucional sobre as contas de 2009 dos partidos políticos faz alusão ao facto, já que o PSD mencionou o montante de 93 810 euros na estrutura de Aveiro, relativo ao empréstimo contratualizado, que não estava evidenciado no saldo de empréstimos do Banco.

MSO // MSP

Lusa / Fim

+ notícias: Política

Governo prevê aplicar 22 mil milhões de euros em 70 projetos do Plano Nacional de Investimento 2030

O Plano Nacional de Investimentos 2030 apresentado pelo Governo prevê aplicar quase 22 mil milhões de euros em mais de 70 projetos, sobretudo na área da mobilidade e dos transportes. Ainda assim há várias situações no Norte do país que continuam sem solução à vista.

Autarca do Centro Histórico do Porto denuncia "caos" causado por alojamento local ilegal

O presidente da Junta da União de Freguesias do Centro Histórico do Porto denunciou esta segunda-feira que o "caos" provocado pelo alojamento local, onde novos registos estão proibidos pelo menos por seis meses, é causado pelo alojamento "paralelo".

Autarca de Barcelos retoma funções e quer ir à Câmara presidir às reuniões

O presidente da Câmara de Barcelos, Miguel Costa Gomes (PS), retoma esta segunda-feira funções e vai pedir autorização ao juiz para se poder deslocar aos Paços do Concelho para as reuniões do executivo, disse um advogado do autarca.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.