Info

Covid-19: Lar da Misericórdia de Aveiro com cinco idosos infetados. Provedor diz que situação "está controlada"

Covid-19: Lar da Misericórdia de Aveiro com cinco idosos infetados. Provedor diz que situação "está controlada"
| País
Porto Canal com Lusa

O número de utentes infetados com o vírus da covid-19 no lar da Santa Casa da Misericórdia de Aveiro subiu de um para cinco, mas o provedor disse hoje que a situação está "estabilizada".

"Ao todo, temos cinco utentes no hospital e vamos aguentando. O nosso pessoal está a reagir muito bem. Temos plena confiança em tudo o que se está a passar", disse à Lusa Lacerda Pais, provedor da Misericórdia de Aveiro.

O responsável referiu que os novos casos de infeção dizem respeito a idosos com cerca de 90 anos que "já apresentavam sintomas e que estavam isolados dos restantes utentes".

Na segunda-feira, o provedor confirmou a infeção com o novo coronavírus, que provoca a covid-19, de uma utente com cerca de 90 anos, o que levou a instituição a ativar a segunda fase do plano de contingência.

Lacerda Pais explicou ainda que quando detetam algum utente com a sintomatologia, como febre, são encaminhados para o hospital para fazer o teste.

"Se dá positivo ficam lá internados. Se não têm, mandam-nos para cá", adiantou.

O provedor referiu ainda que estão em contacto permanente com a delegação de saúde.

"Estamos a fazer uma ótima parceria com a parte da saúde. Dentro desta desgraça toda, penso que isto está a funcionar no razoável", observou.

Como forma de tentar conter a propagação do novo coronavírus, o lar, que tem 118 utentes, suspendeu as visitas aos residentes, bem como a atividade do centro de dia, e vários funcionários têm optado por pernoitar nas instalações para evitar contactos com o exterior.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 386 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram cerca de 17.000.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

Em Portugal, há 30 mortes, mais sete do que na véspera, e 2.362 infeções confirmadas, segundo o balanço feito hoje pela Direção-Geral da Saúde, que regista mais 302 casos do que na segunda-feira.

Portugal encontra-se em estado de emergência desde as 00:00 de quinta-feira e até às 23:59 de 02 de abril. Além disso, o Governo declarou dia 17 o estado de calamidade pública para o concelho de Ovar.

+ notícias: País

Covid-19: 15 mortos no lar da Misericórdia de Aveiro e 99 infetados

O presidente da Câmara de Aveiro, Ribau Esteves, confirmou hoje que 15 idosos do lar da Santa Casa da Misericórdia morreram depois de terem contraído a covid-19, havendo ainda 99 utentes e funcionários infetados.

Covid-19: Portugal com 311 mortes e 11.730 infetados

Portugal regista hoje 311 mortes associadas à covid-19, mais 16 do que no domingo, e 11.730 infetados (mais 452), segundo o boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde (DGS).

Covid-19. Ordem dos Médicos defende revisão dos critérios para uso universal de máscaras

A Ordem dos Médicos (OM) defende que os critérios para uso universal das máscaras de proteção individual pelos profissionais de saúde e pela população em geral devem ser revistos para melhor evitar a propagação da covid-19.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.