Info

Trânsito restabelecido na A2 em Aljustrel após acidente com um morto e dois feridos

| País
Porto Canal com Lusa

Aljustrel, Beja, 16 out 2019 (Lusa) - O trânsito na A2 perto de Aljustrel foi restabelecido parcialmente às 16:00 de hoje, após nove horas e meia cortado devido a um acidente, que causou um morto e dois feridos, disse à agência Lusa fonte da GNR.

Segundo a fonte, o trânsito na zona do acidente, ao quilómetro 145 da A2, no sentido Norte-Sul, perto da localidade de Vale dos Medos, freguesia de S. João de Negrilhos, concelho de Aljustrel, distrito de Beja, foi restabelecido na faixa da direita, sendo que a da esquerda "vai ficar condicionada até que sejam substituídos os 'rails' de proteção".

O corte do trânsito, efetuado às 06:30, pouco minutos após o alerta para a colisão entre um camião e uma carrinha de transporte de valores, foi necessário para a realização das operações de socorro e assistência às vítimas e de remoção dos veículos da via, disse a fonte.

Durante o corte do trânsito, os automobilistas foram desviados da A2, no nó de Grândola, para o Itinerário Complementar (IC) 1.

Segundo a fonte da GNR, o morto, um homem, de 51 anos, era o condutor da carrinha de transporte de valores e teve de ser desencarcerado.

Os feridos são dois homens, o condutor do camião, que só foi assistido no local, e um passageiro da carrinha de transporte de valores, que sofreu ferimentos ligeiros e foi transportado para o hospital de Beja.

Segundo o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Beja, no local estiveram meios dos bombeiros de Grândola e Ferreira do Alentejo, GNR e da empresa concessionária da A2, além da viatura médica de emergência e reanimação do Hospital do Litoral Alentejano, em Santiago do Cacém, num total de 28 operacionais e 13 veículos.

LL (DD) // MLM

Lusa/Fim

+ notícias: País

Mais nove mortes e 328 casos confirmados de Covid-19 em Portugal nas últimas 24 horas

Portugal regista hoje mais nove óbitos por covid-19, em relação a sábado, e mais 328 casos de infeção confirmados, dos quais 254 na região de Lisboa e Vale do Tejo, segundo os dados da Direção-Geral da Saúde (DGS) hoje divulgados.

Visitas a lares não serão suspensas, diz Marta Temido

A ministra da Saúde, Marta Temido disse hoje que o Governo está "com muita atenção" aos casos de covid-19 nos lares, mas rejeitou voltar a suspender visitas.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.