Info

Festival de Outono promove ligação da UMinho às cidades onde se encontra

| Norte
Porto Canal com Lusa

Braga, 17 set 2019 (Lusa) - A 10.ª edição do Festival de Outono da Universidade do Minho (UMinho) arranca quarta-feira, em Guimarães, e quer "promover hábitos culturais" e a ligação com as cidades onde está implantada.

Organizado pela UMinho em parceria com a Rádio Universitária do Minho (RUM) e a Associação Académica da Universidade do Minho, o festival decorre até sábado, pretende mostrar, "sobretudo aos novos alunos", a "importância da cultura" no percurso académico, ao mesmo tempo que constitui uma "saudação que assinala" mais um ano letivo e promove o envolvimento com a comunidade.

"A ideia visa promover os hábitos culturais dos nossos estudantes, mas não é só isso, e por essa razão decorre basicamente fora dos 'campi'", explicou a vice-reitora da UMinho para a Cultura e Sociedade, Manuela Martins.

Segundo a responsável, "a ideia também é que a universidade se ofereça no fundo à sociedade e aos cidadãos das cidades em que a UMinho está implantada".

"Trata-se de uma saudação que assinala mais um ano académico em que a Universidade do Minho está envolvida com toda a comunidade", assinalou.

Ao todo, o festival terá 15 eventos, entre Braga e Guimarães, vocacionado "em especial aos novos estudantes", contando com tertúlias e concertos de nomes como de X-Wife, Marta Ren & The Groovelvets, Paraguaii, Captain Boy e a Orquestra da Universidade do Minho.

O festival abre em Guimarães, com um sarau musical dos grupos culturais da UMinho, sendo depois o palco entregue a dois projetos vimaranenses - Captain Boy, que vai apresentar o seu novo álbum "Memories and bad photographs", e os Paraguaii -, com DJ SET de WD-40 no bar Oub'Lá a fechar a noite.

Já em Braga, o salão medieval do Largo do Paço recebe, às 22:00, um concerto da Orquestra da Universidade do Minho, com o maestro Hans Casteleyn, espetáculo retomado na noite seguinte, à mesma hora, na Igreja de São Francisco, em Guimarães.

Na sexta-feira, o Largo do Paço acolhe um Ensemble de Percussão do Instituto Confúcio da UMinho (18:00), um sarau dos grupos culturais da UMinho (19:00), à noite, o blues-rock dos Bed Legs e ainda o soul-funk de Marta Ren & The Groovelvets.

Sábado, o festival começa as 18:00, no salão nobre do Largo do Paço, com a tertúlia "Livros com RUM", onde Álvaro Laborinho Lúcio vai apresentar o seu terceiro romance, "O Beco da Liberdade".

Após o jantar, o exterior do edifício será preenchido com o rock e a eletrónica dos QUADRA e X-Wife e, tal como na véspera, a 'after-party' está agendada para o café concerto da RUM, no espaço GNRation.

O Festival de Outono da UMinho tem o apoio dos municípios de Braga e de Guimarães, do Instituto Confúcio da UMinho e da Ordem Terceira de São Francisco.

JCR // LIL/MAG

Lusa/Fim

+ notícias: Norte

Desabamento causa um ferido grave e dois ligeiros em Ponte de Lima

Um desabamento numa estrutura em construção de uma vacaria provocou, esta segunda-feira à tarde, um ferido grave e dois ligeiros na freguesia de Calvelo, em Ponte de Lima, apurou o Porto Canal com fonte Bombeiros Voluntários de Ponte de Lima.

Autarca de Barcelos regressou à Câmara mas não pode falar com funcionários

O presidente da Câmara de Barcelos, Miguel Costa Gomes (PS), regressou hoje aos Paços do Concelho para governar o município presencialmente, embora esteja impedido pelo tribunal de contactar com os funcionários.

Atualizado 14-10-2019 19:55

Explosão de botija de gás destrói anexo de habitação em Vila Nova de Gaia

Um incêndio num anexo de uma habitação, em Afurada, em Vila Nova de Gaia, provocou a explosão de uma botija de gás que acabou por destruir aquela secção da habitação, ao início da tarde desta segunda-feira.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.