Info

Pilotos da British Airways desconvocam greve de 27 de setembro

| Economia
Porto Canal com Lusa

Londres, 18 set 2019 (Lusa) - Os pilotos da companhia aérea British Airways (BA) desconvocaram a greve prevista para 27 de setembro e pretendem iniciar "novas negociações" com a empresa sobre as condições laborais, anunciou hoje o sindicato Balpa.

Depois de os pilotos terem estado em greve nos dias 09 e 10, a companhia, que integra o grupo IAG, teve de cancelar mais de 1.700 voos, o que afetou 195.000 passageiros.

Os pilotos exigem melhores salários e não aceitaram a proposta que a empresa apresentou, um aumento de 11,5% em três anos.

"Alguém deve tomar a iniciativa de resolver esta disputa. Como não há sinais de que a BA o faça, os pilotos decidiram seguir o caminho da responsabilidade", afirmou o secretário-geral do Balpa, Brian Strutton.

"Os passageiros da BA esperam, com razão, que a companhia e os seus pilotos resolvam os problemas sem causar situações inconvenientes. Este é o momento de manter a cabeça fria e ser pragmático", acrescentou.

O sindicato avisou, no entanto, que se a companhia aérea "rejeitar novas negociações" pode anunciar "as datas para novas greves".

Na semana passada, a BA começou a cancelar os voos previstos para dia 27, propondo aos passageiros reprogramar as viagens ou um reembolso dos bilhetes.

EO // JNM

Lusa/fim

+ notícias: Economia

Trabalhadores de misericórdias em greve na sexta-feira por aumentos salariais

Os trabalhadores da União das Misericórdias Portuguesas e das Misericórdias entregaram um pré-aviso de greve para a próxima sexta-feira por melhores condições de trabalho e aumentos salariais.

Norte continua a ser a região mais pobre

O Norte do país continua a ser fustigado pelos níveis de pobreza. Há mais de 800 mil pessoas abaixo do limiar aceitável de condições de vida. 

"Talvez tenhamos que vender parte do território nacional a quem o queira vender"

Lino Maia, da Confederação Nacional das Instituições de Solidariedade, perante os dados que demonstram que a região Norte de Portugal é a mais afetada pela pobreza, afirma que "talvez tenhamos que vender parte do território nacional a quem o queira vender". O INEM revela que no Norte existem 814 mil pessoas consideradas pobres, enquanto que a Área Metropolitana de Lisboa conta com 474 mil pessoas, dados de 2018.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.