Info

Receitas da CP no longo curso aumentam 6% para 74 ME até agosto

| Economia
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 13 set 2019 (Lusa) -- As receitas da CP - Comboios de Portugal aumentaram 6% no longo curso entre janeiro e agosto para 74 milhões de euros, face ao mesmo período do ano passado, resultado da subida do número de passageiros transportados, anunciou hoje a empresa.

Em comunicado, a CP diz que transportou cerca de 4,3 milhões de passageiros no longo curso (Alfa Pendular e Intercidades) de 01 de janeiro a 31 de agosto, mais 4% do que em igual período do ano passado, dos quais 1,6 milhões utilizaram o serviço Alfa Pendular e 2,7 milhões o serviço Intercidades.

As receitas, por sua vez, foram de cerca de 74 milhões de euros, mais 6% em termos homólogos, indica.

"Só no mês de agosto 2019, viajaram a bordo destes comboios cerca de 644.000 passageiros, um crescimento de 12% comparativamente com o mesmo mês em 2018", sinaliza a CP.

Para este acréscimo da procura contribuíram ambos os serviços, já que em Alfa Pendular a CP registou 212.000 passageiros (crescimento de 9,5%) e no serviço Intercidades, 432.000 clientes (crescimento 13%).

Este é, de acordo com a empresa, "um crescimento sustentado da procura verificada nos comboios de Longo Curso da CP, que se verifica há cinco anos consecutivos".

ICO // MSF

Lusa/Fim

+ notícias: Economia

Pescadores indignados com a interdição da pesca da sardinha

Está aí um novo período de interdição da pesca da sardinha. As regras nacionais estão em linha com as orientações europeias mas os 'homens do mar' não se conformam.

SNS registou prejuízo de cerca de 848 ME em 2018, um agravamento de 502ME face a 2017

O Serviço Nacional de Saúde (SNS) registou em 2018 um prejuízo de cerca de 848 milhões de euros, um agravamento face ao ano anterior em cerca de 502 milhões de euros, segundo um relatório hoje divulgado.

Quais as prioridades para a região Norte nos próximos Fundos Comunitários?

O Parlamento Europeu quer que as negociações para o próximo quadro comunitário arranquem o mais rápido possível. Os eurodeputados vão votar esta quinta-feira uma resolução para que se chegue a um acordo sobre o orçamento do pós 2020. Em cima da mesa está um a proposta de cortes de 7% em Portugal que vão refletir-se na região Norte.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.