Info

Dispensa de taxas moderadoras e autonomia dos hospitais promulgadas pelo Presidente da República

Dispensa de taxas moderadoras e autonomia dos hospitais promulgadas pelo Presidente da República
| Política
Porto Canal com Lusa

O Presidente da República promulgou hoje o diploma que dispensa as taxas moderadoras nos centros de saúde, bem como o diploma que estabelece o reforço da autonomia dos hospitais para contratar profissionais.

Segundo uma nota da Presidência da República, Marcelo Rebelo de Sousa promulgou quatro diplomas da área da saúde, entre eles o da nova Lei de Bases da Saúde.

Em relação aos outros diplomas, foi promulgado o que estabelece a dispensa de cobrança de taxas moderadoras nos cuidados de saúde primários e outras prestações de saúde quando prescritas por profissionais do Serviço Nacional de Saúde (SNS).

O Presidente promulgou também o diploma que reforça a autonomia das entidades do SNS para contratação de recursos humanos, embora alertando que o diploma abre a porta a "decisões individuais de cada" hospital EPE, em que é "muito importante a visão de conjunto".

"Atendendo à expressão da votação [parlamentar] obtida e, sobretudo, ao poder de última palavra do ministro com o pelouro da Saúde, que lhe permite não ratificar as decisões que, obrigatoriamente, lhe terão de ser submetidas, e de nada nesse decreto impedir que esse membro do Governo consulte o ministro das Finanças (...), o Presidente da República promulgou o diploma", justifica a nota da Presidência.

Marcelo Rebelo de Sousa promulgou ainda o diploma que estabelece a Carta para a Participação Pública em Saúde.

+ notícias: Política

Covid-19: Presidente da República, admite possível "problema europeu" mas sem fecho de fronteiras

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, considerou hoje que o coronavírus Covid-19 pode transformar-se num "problema europeu", dado o aumento de casos em Itália, mas alertou para a impossibilidade do fecho de fronteiras.

Câmara do Porto vai criar um gabinete só para negociar a Descentralização

A Câmara do Porto vai criar um gabinete só para negociar a Descentralização. O tema da transferência de competências voltou a dividir opiniões numa reunião que teve um minuto de silêncio em memória de Pedro Baptista.

Movimentos cívicos pedem transparência ao Governo sobre a exploração de lítio

Dezoito associações e movimentos cívicos das regiões no Norte e Centro afetadas pela eventual prospeção e exploração de lítio entregaram uma Carta Aberta ao Governo com o pedido "urgente para estabelecer transparência e participação pública" no processo.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.