Info

PAN à conquista dos jovens com mensagem de combate às alterações climáticas

| Política
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 22 mai 2019 (Lusa) - O cabeça de lista do PAN às europeias insistiu hoje na conquista do eleitorado universitário, em relação ao qual assume uma "expectativa elevada", concentrando-se na mensagem do combate às alterações climáticas.

"É o destino deles que está em jogo e eles cada vez mais percebem isso com a questão das alterações climáticas", disse à Lusa Francisco Guerreiro, no final de uma distribuição de folhetos informativos do PAN na Cidade Universitária, em Lisboa.

Acompanhado pelo porta-voz e deputado do partido, André Silva, Francisco Guerreiro abordava as pessoas que saiam do metro, muitas mostravam indiferença e rostos fechados, a algumas perguntava se conheciam as propostas do PAN, ouvia a resposta e, invariavelmente, sublinhava de imediato: "Estamos muito focados nas alterações climáticas".

Perante a expressão "alterações climáticas", Carolina Silva, 20 anos, estudante de Medicina, manifestou disponibilidade para ouvir mais.

"Para mim, é crucial. Não percebo muito bem qual é objetivo de tanta política se não tivermos um planeta para viver", justificou depois à Lusa.

Carolina ainda não decidiu em que partido vai votar no domingo, assegura que vai "investigar mais", mas, para já ficou "muito interessada" na mensagem do PAN.

Esta não é a primeira vez que o PAN faz uma ação de campanha neste local, assim como noutras geografias universitárias pelo país, uma opção justificada pela "expectativa elevada" que depositam no voto jovem.

"O 'feedback' que temos tido nas ruas e nas conferências em que temos participado em universidades tem sido bastante bom, no conhecimento que têm do partido, nas nossas prioridades, na maneira como comunicamos e estamos na política, e, depois, há jovens que não nos conhecem e ficam interessados quanto ouvem a mensagem", explicou Francisco Guerreiro à Lusa.

Licenciado em Comunicação Social, Francisco Guerreiro tem sido o responsável de comunicação do partido, e isso nota-se na abordagem às pessoas: "Conheces as nossas propostas? Não? Tens aqui as nossas propostas, também podes ir ao 'site', que é novo, e segue-nos nas redes sociais".

Quando uma jovem fala dos "exageros do PAN" e se queixa de terem feito "alarido" por uma matança de porco na sua terra que, afinal, era apenas uma festa com esse nome em que nenhum suíno foi sacrificado, foi André Silva quem deu o corpo às balas argumentativas.

"Há muitas matanças de porco que são reais. Não nos passou pela cabeça que não fosse uma matança do porco. A única coisa que fizemos, que fazemos sempre, é notificar as autoridades para ser verificado o cumprimento das regras", disse André Silva à rapariga.

A jovem ainda ripostou: "Deviam saber mais antes de falar", disse, levando consigo o material informativo do partido.

Nas eleições do próximo domingo Portugal elege 21 deputados ao Parlamento Europeu.

ACL // ZO

Lusa/Fim

+ notícias: Política

Tiago Barbosa Ribeiro espera que a regionalização esteja no programa eleitoral do PS

Tiago Barbosa Ribeiro, deputado do PS, defende que sem regionalização não se resolvem os problemas da desigualdade territorial e como tal, espera "que a regionalização esteja" no programa eleitoral do PS.

Deputado do PS afirma que casos de alegada corrupção prejudicam a 'luta' pela regionalização

Tiago Barbosa Ribeiro, deputado do PS, afirma que sempre que existem casos noticiados de alegada corrupção "os adversários da regionalização acabam por ganhar alguns argumentos, mesmo que sejam populistas".

Operações 'Teia' e 'Rota Final': Partidos pedem mais meios e condições para que a justiça funcione rápido

Em pouco mais de duas semanas, Portugal viveu dois escândalos de corrupção que envolvem autarquias do Norte e suspeitas de favorecimento a empresas privadas. O primeiro foi a Operação 'Teia' com nomes ligados ao PS. O segundo é a Operação 'Rota Final', com figuras do PSD. O Porto Canal foi ouvir o que pensam as concelhias partidárias sobre isto e todas admitem que são precisos mais meios e condições para que a justiça funcione rápido.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.