Info

Lesados do BES esperam Presidente da República no Porto com bandeiras negras em protesto ruidoso

Lesados do BES esperam Presidente da República no Porto com bandeiras negras em protesto ruidoso
| Norte
Porto Canal com Lusa

Um grupo de lesados do BES/Novo Banco espera este sábado, com tambores, campainhas e bandeiras negras, o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, no Porto, para pedir que interceda no sentido de recuperarem "as poupanças de uma vida".

"Novo Banco, nasceste há pouco tempo e já és ladrão. Paga o que deves aos emigrantes. Justiça, prisão perpétua para os responsáveis: Ricardo Salgado, Cavaco Silva, Carlos Costa, Passos Coelho", é a frase que se lê numa das faixas colocadas num espaço delimitado pela polícia onde o grupo de lesados aguarda Marcelo Rebelo de Sousa.

O Presidente da República participa hoje, na Reitoria da Universidade do Porto, na conferência "O Sistema de Saúde para o Cidadão", na qual também participa a ministra da Saúde, Marta Temido.

Em declarações à agência Lusa, Jorge Novo, um dos lesados do BES/Novo Banco, apontou que os protestos "nunca vão parar" porque em causa, disse, "estão as poupanças de uma vida inteira".

"São quantias superiores a milhares, é muito dinheiro para quem emigrou à procura de uma vida melhor na esperança de regressar ao seu país depois de poupar uma vida inteira. Os protestos nos balcões acabaram. Agora vamos para a frente da casa de personalidades. Mas nunca vamos parar até receber o que é nosso", disse Jorge Novo.

O grupo de lesados do BES/Novo Banco aguarda Marcelo Rebelo de Sousa com música, bombos, campainhas, buzinas, bandeiras pretas e faixas onde se leem palavras como "Vergonha" ou "Vigarice" e "Roubo". Pelo chão estão pequenas caixas com cruzes a simular urnas fúnebres.

+ notícias: Norte

Lançada petição pública para reativação da Linha do Douro até Barca d'Alva e Espanha

Os promotores de uma petição pública em defesa da requalificação e reativação da Linha Ferroviária do Douro, lançada este sábado na Régua, querem reunir até final do ano assinaturas suficientes para levar o abaixo-assinado à discussão no parlamento.

Idosa encontrada morta no rio Fervença, em Bragança

Uma idosa de 73 anos dada como desaparecida desde sexta-feira à tarde foi encontrada morta ao início da manhã deste sábado no rio Fervença, junto à ponte do Jorge, em Bragança, disse à Lusa fonte dos bombeiros locais. 

Falta de condições pode 'tirar' helicóptero do INEM a Santa Comba Dão

A falta de condições exigidas por normas europeias, para a aviação civil, da base permanente de helicópteros de Santa Comba Dão pode retirar a certificação a esta base e com isto retirar o helicóptero do INEM da região centro.

Atualizado 15-06-2019 11:34

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.