Info

Destacamento americano em Monte Real com impacto de quase 1ME na economia local

| Política
Porto Canal com Lusa

Monte Real, Leiria, 12 fev (Lusa) - A presença de um destacamento norte-americano de mais de 300 militares na Base Aérea de Monte Real, em Leiria, tem um impacto de quase um milhão de euros na economia local, estimou hoje o comandante da base.

O destacamento, que chegou no dia 01 e fica em Monte Real até dia 22, terá um impacto de "870 mil euros" na economia local, tendo em conta as consultas que a base aérea fez junto do comércio local, envolvendo alojamento, alimentação ou aluguer de viaturas, disse aos jornalistas o comandante da base, João Gonçalves, no âmbito da visita do embaixador norte-americano em Lisboa, George Glass, ao local.

O destacamento de militares dos Estados Unidos da América (EUA), que trouxe consigo 18 caças F-16, tem como base 'mãe' Spangdahlem, na Alemanha, está a treinar com a Força Aérea Portuguesa e a testar as capacidades em termos de pessoal e material.

Além deste destacamento, em janeiro, a Base Aérea de Monte Real recebeu a Força Aérea da Dinamarca, durante 15 dias, tendo sido estimado um impacto de 288 mil euros na economia local.

"Se juntarmos outro destacamento da Marinha dos Estados Unidos, em novembro", regista-se um impacto de mais de 1,5 milhões de euros num espaço de quatro meses, vincou o comandante João Gonçalves.

Segundo o responsável da base aérea situada no concelho de Leiria, "tem havido um incremento do número de destacamentos" que treinam em Monte Real, considerando que tal deve-se à credibilidade da base e da Força Aérea Portuguesa.

Para a Força Aérea Portuguesa, estes destacamentos são também uma oportunidade de trabalhar a interoperabilidade com forças estrangeiras bem como realizar exercícios de grande escala "com cenários mais complexos", vincou.

O comandante de um grupo de esquadras norte-americano, o coronel James Bailey, frisou que a experiência em Monte Real "tem sido fenomenal".

"Portugal oferece áreas de treino fenomenais e é ótimo integrar com a equipa daqui", sublinhou, considerando que os dois países fazem exercícios já "a um nível muito, muito elevado".

JYGA // MCL

Lusa/Fim

+ notícias: Política

Só 17% dos portugueses diz ser "extremamente provável" ir votar nas eleições Europeias

Apenas 17% dos portugueses considera ser extremamente provável ir às urnas nas próximas eleições europeias, a terceira percentagem mais baixa na União Europeia (UE), revela o Eurobarómetro publicado hoje pelo Parlamento Europeu (PE).

Presidente da Câmara da Maia mostra-se tranquilo e diz que confia na Justiça

O autarca da Câmara Municipal da Maia diz estar tranquilo com a ação interposta pela oposição e que culminou com a perda de mandato. António Silva Tiago mantem-se em funções até que seja decidido o recurso.

Presidente da República considera "irrealista" qualquer reforma do SNS que "feche totalmente" a porta aos privados

O Presidente da República considera que qualquer proposta de reforma da Lei de Bases da Saúde que feche totalmente a hipótese da sua gestão por privados "é uma lei irrealista", mas a proposta do Governo "abre essa hipótese".

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.