Info

Duas pessoas hospitalizadas em Viseu com sinais de terem sido alvejadas

Duas pessoas hospitalizadas em Viseu com sinais de terem sido alvejadas
| País
Porto Canal com Lusa

Uma mulher e um homem ficaram esta quarta-feira feridos com evidentes sinais de terem sido alvejados e foram hospitalizados em Viseu, disse à agência Lusa fonte da GNR.

“Terá sido o ex-marido que, alegadamente, terá dado um tiro na ex-mulher. E depois ela deslocou-se pelos seus próprios meios ao centro de saúde local”, contou à agência Lusa o relações-públicas da GNR, explicando que o caso aconteceu na zona industrial de Nelas.

O tenente-coronel Silva Dias disse ainda que o incidente registou-se por volta das 10:30, e, “mais tarde, um popular encontrou o homem deitado no chão e também com ferimentos na cabeça, desconhecendo-se para já o que terá acontecido”.

“Não sabemos se ela levou um tiro e depois ele terá tentado o suicídio ou se houve troca de violência. O caso agora está com Polícia Judiciária de Coimbra, que vai proceder à investigação”, explicou.

O relações-públicas do destacamento da GNR de Viseu disse que foram ambos transportados para o Hospital de Viseu, “desconhecendo-se a gravidade dos ferimentos dos indivíduos, ambos com 39 anos”.

Silva Dias contou ainda que eram um antigo casal, “divorciados há algum tempo” e residentes em Abrunhosa-a-Velha, no concelho de Mangualde.

+ notícias: País

ASAE apreende 7.000 artigos em combate à contrafação no Facebook

A ASAE apreendeu em Castelo de Paiva e Coimbra mais de sete mil artigos desportivos contrafeitos, no valor de 62 mil euros, numa ação contra produtos contrafeitos vendidos através do Facebook e 'websites'.

Greve dos motoristas mantém-se após falhar acordo em reunião de 10 horas

Os motoristas de matérias perigosas cumprem este sábado o sexto dia de uma greve convocada por tempo indeterminado, depois de ter falhado um acordo mediado pelo Governo numa reunião que durou cerca de 10 horas.

Produtores de leite estão preocupados com possível cenário "catastrófico" caso a greve dos motoristas continue

Os produtores de leite temem o pior se a greve dos motoristas de matérias perigosas continuar e dizem mesmo que o cenário pode ser catastrófico.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.