Info

Hospital de Penafiel admite "grande aglomeração" de doentes na urgência

Hospital de Penafiel admite "grande aglomeração" de doentes na urgência
| Norte
Porto Canal com Lusa

O Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa confirmou hoje verificar-se uma "grande aglomeração" na urgência do hospital de Penafiel, o que tem provocado queixas dos doentes devido aos longos períodos de espera.

"Confirmamos que a situação na urgência teve um afluxo inusitado no dia de ontem [quarta-feira], depois do fim de semana e do feriado, tendo havido uma grande aglomeração de utentes", pode ler-se numa posição escrita enviada à Lusa.

Ao longo desta quinta-feira, a Lusa registou relatos de bombeiros que transportaram doentes para a urgência de Penafiel (Hospital Padre Américo), dando conta da "situação caótica" do serviço, "com cerca de 30 doentes a aguardar internamento" e longos períodos de espera para o atendimento.

Confrontado o CHTS com a situação descrita pelos bombeiros, foi referido pela administração que "estão a ser tomadas as medidas possíveis que minimizem estes efeitos, esperando-se regularização nos próximos dias com a normalização da afluência para os patamares habituais".

O Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa é constituído pelos hospitais de Penafiel e Amarante e serve uma área onde vivem cerca de 520 mil habitantes.

+ notícias: Norte

GNR desmantela rede de contrafação no Norte e apreende 1,4 milhões de euros em artigos

A Unidade de Ação Fiscal da GNR anunciou este sábado que desmantelou uma rede de fabrico e venda de artigos contrafeitos, apreendendo material no valor estimado de 1,4 milhões de euros em Matosinhos e Famalicão.

Alunos de Vinhais fecham escola por causa do frio

Os alunos da escola secundária de Vinhais queixam-se do frio nas salas de aulas. Não se fazem obras no centro escolar há mais de 30 anos e os 300 alunos protestam contra a falta de condições.

População de Covas do Barroso está contra o projeto da mina de lítio

A população de Covas do Barroso e a autarquia de Boticas estão contra o projeto de uma mina de lítio a céu aberto em território classificado como Património Agrícola Mundial. A empresa responsável fala num investimento de 500 milhões de euros.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.