Info

Pais querem reabertura das camas fechadas no hospital de Gaia porque são "vidas"

| Norte
Porto Canal com Lusa

Vila Nova de Gaia, Porto, 03 dez (Lusa) -- A Associação de Pais Prematuros (APP) exigiu hoje a "imediata reabertura" das duas camas fechadas na Unidade de Cuidados Intensivos Neonatais do Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia/Espinho, lembrando que "não são duas camas, são duas vidas".

"É incompreensível a decisão do Conselho de Administração do Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia/Espinho de encerrar duas vagas de cuidados intensivos da Unidade de Neonatologia, pela necessidade de mobilizar enfermeiros desta unidade para outros serviços. Esta atitude prejudica a população dos concelhos a Sul do Douro porque implica a transferência imediata de grávidas e recém-nascidos para outras unidades do país, por vezes, longe da área de residência", referiu a associação, numa nota enviada à Lusa.

A 01 de dezembro, o centro hospitalar encerrou duas camas na unidade de neonatologia devido a uma diminuição no número de enfermeiros, realçando que a situação é "provisória".

"Esta situação é provisória e aguarda a autorização da tutela para contratação, por substituição, de enfermeiros, prevendo-se a sua resolução no final da próxima semana", adiantou a unidade de saúde à Lusa, numa resposta escrita.

Os pais consideram que esta "decisão arbitrária" do conselho de administração "compromete a assistência materno fetal" especializada, nomeadamente da Unidade de Procriação Medicamente Assistida e do Centro de Diagnóstico Pré-Natal, que é uma "referência nacional, pela realização de técnicas altamente diferenciadas".

"Como representantes da Associação de Pais Prematuros, vimos contestar a displicência com que o conselho de administração abordou este tema, desvalorizando, perante a Comunicação Social, o impacto deste encerramento", salientou.

Exigindo a "reabertura imediata" das camas, a associação entende que a administração "não tem conhecimento" do que se passa numa Unidade de Cuidados Intensivos, acrescentando que "não são duas camas, são duas vidas".

A Associação Pais Prematuros realçou que um bebé prematuro ou um nascimento de risco precisa de resposta imediata, fazendo um minuto "toda a diferença".

E questionam: "se é só uma semana, porquê de retirarem esses enfermeiros altamente especializados para outra unidade".

SYF // MSP

Lusa/Fim

+ notícias: Norte

Um morto e três feridos em colisão de viaturas junto à Trofa

Um homem de 21 anos morreu e três ficaram feridos numa colisão entre dois automóveis ligeiros na Estrada Nacional 14 junto à Trofa, no distrito do Porto, na madrugada deste sábado, disse à Lusa fonte dos bombeiros locais.

Greve do Metro do Porto desconvocada após acordo

A greve na Metro do Porto, marcada para os dias 17 e 31 de dezembro, foi desconvocada depois de a empresa ter chegado a acordo com o Sindicato dos Maquinistas de Caminho-de-Ferro, anunciou hoje aquela estrutura.

Reclusos de Paços de Ferreira provocaram desacatos contra greve dos guardas prisionais

Os reclusos do Estabelecimento Prisional de Paços de Ferreira provocaram hoje de manhã desacatos em protesto contra o incumprimento dos serviços mínimos decretados para a greve dos guardas prisionais, avançou à Lusa a Associação de Apoio ao Recluso.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.