Info

Governo ordena inquérito a alegado espancamento de dez formandos da GNR

Governo ordena inquérito a alegado espancamento de dez formandos da GNR
| País
Porto Canal com Lusa

O Ministério da Administração Interna ordenou este domingo à Inspeção Geral da Administração Interna a abertura de um inquérito sobre o alegado espancamento de dez formandos da GNR em treinos num curso em Portalegre.

Numa nota enviada às redações, o ministério refere que o inquérito visa o "apuramento dos factos e determinação de responsabilidade" sobre o caso, noticiado hoje pelo Jornal de Notícias.

Segundo o ministério, a confirmarem-se, estes factos "não são toleráveis numa força de segurança num Estado de Direito democrático".

No comunicado, o ministério acrescenta que o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, "pediu esclarecimentos ao Comando Geral da GNR sobre os factos descritos na notícia".

De acordo com o Jornal de Notícias, cerca de dez formandos do 40.º curso do Centro de Formação da GNR, em Portalegre, sofreram graves lesões e traumatismos durante o módulo "curso de bastão extensível", que obrigaram em alguns casos a internamento hospitalar e a intervenções cirúrgicas.

+ notícias: País

Críticas à greve dos enfermeiros aumentam

Há cada mais vozes a questionar a duração e a forma como está a ser feita a greve dos enfermeiros. O Presidente da República, por exemplo, diz que a greve pode ser incompreendida pela sociedade e defende um equilíbrio entre as razões dos enfermeiros e os sacrifícios para utentes.

Descarrilamento de elétrico em Lisboa faz 28 feridos ligeiros

As autoridades conseguiram já desencarcerar todas as vítimas do descarrilamento do elétrico da carreira 25, em Lisboa, que provocou 28 feridos ligeiros, segundo o balanço dos bombeiros feito no local.

Legião da Boa Vontade entrega 800 cabazes de natal em todo o país

A Legião da Boa Vontade vai entregar em todo o país 800 cabazes de natal. Hoje cem famílias carenciadas de braga receberem alimentos e brinquedos.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.