Info

The New Art Fest regressa a Lisboa em novembro para mostrar arte digital

| País
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 30 out (Lusa) - O festival The New Art Fest, evento dedicado à arte digital e ´new media´ que junta artistas e curadores internacionais, vai decorrer entre 09 e 30 de novembro, em Lisboa, anunciou hoje a organização.

Nesta terceira edição, o festival vai decorrer, entre outros espaços da capital, no Museu Nacional de Arte Contemporânea - Museu do Chiado, no Museu Nacional de História Natural e da Ciência, no Picadeiro, na sede da Ordem dos Arquitetos, e na Sociedade Nacional de Belas Artes.

O tema deste ano - "America Online/Net Generation" - foca-se na arte digital do continente americano, da Terra do Fogo ao Alasca, e traça um percurso sobre a arte eletrónica e digital desde os primórdios, após a II Guerra Mundial, passando pelo advento da Internet, até aos dias de hoje.

A programação do The New Art Fest, que tem como diretor artístico António Cerveira Pinto, reunirá exposições, conferências, performances e ´workshops´.

Entre as exposições serão apresentadas "Turbulence" e "Hands On", e nas conferências, "When art becomes data", e "Ttopia e Gentrificação".

Está ainda prevista a performance "Temporal de Santa Rosa", por Brian Mackern, e uma Feira de Arte e Tecnologia.

No certame também será apresentado o projeto NitroPortugal, do Instituto Superior de Agronomia da Universidade de Lisboa e da Cultivamos Cultura, no qual a arte e a tecnologia se aliam para explicar os reais efeitos do excesso de azoto no ambiente.

A programação completa está disponível em http://www.thenewartfest.com.

AG // JPF

Lusa/Fim

+ notícias: País

Nascimentos em Portugal atingiram no primeiro trimestre valor mais alto em sete anos

O número de nascimentos em Portugal atingiu o valor mais elevado dos últimos sete anos no primeiro trimestre de 2019, período em que foram rastreados 21.348 recém-nascidos, de acordo com o número de "testes do pezinho" realizados.

25 de abril: a história da revolução vivida na cidade do Porto

Neste 25 de abril contamos-lhe a historia de como foi a revolução no Porto. Foi a partir do quartel, onde hoje são as consultas externas do hospital de são António, que saíram os capitães de abril para tomar o quartel general do regime. Vieram as forças especiais de Lamego, caso fosse necessária uma intervenção mais musculada, mas tudo decorreu de forma pacífica.

25 de abril: a história de José Carlos Almeida, o "preso sem nome"

O 25 de abril significou também a libertação dos presos políticos. Contamos a história do último homem a ser preso pelo regime dias antes da revolução. É a primeira vez o que José Carlos Almeida, conhecido como o "preso sem nome", grava uma entrevista para a televisão.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.