Jornal Diário Jornal das 13

PSP regista 438 infrações na segurança privada de janeiro a março

PSP regista 438 infrações na segurança privada de janeiro a março
| País
Porto Canal com Lusa

O Comando Metropolitano de Lisboa da PSP (Cometlis) detetou, no primeiro trimestre deste ano, 438 infrações contraordenacionais na atividade de segurança privada, mais do dobro do registado no período homólogo de 2017.

Em comunicado o Cometlis explica que, através do seu Núcleo de Segurança Privada, intensificou as ações de fiscalização dirigidas a este setor, pela importância que a segurança privada representa.

Nos primeiros três meses de 2018 foram realizadas 819 ações de fiscalização, um aumento de 38,6% face ao período homologo de 2017.

Durante estas ações 1.857 seguranças privados foram fiscalizados o que representa um aumento de 14,1 % face ao mesmo período de 2017.

Segundo a PSP, neste período, foram ainda detetados sete crimes relacionados com a atividade, além de terem sido detidos cinco pessoas pelo exercício ilícito da atividade de segurança privada.

A Polícia de Segurança Pública, entidade que faz o licenciamento e regulação da atividade de segurança privada, e o Comando Metropolitano de Lisboa adiantam que, considerando a relevância deste setor de atividade na sua área de responsabilidade, continuará, ao longo de 2018, a intensificar a fiscalização do exercício da atividade de segurança privada, nas suas diversas vertentes.

O último Relatório Anual de Segurança Interna (RASI), divulgado a 29 de março, alertava para a existência de grupos criminosos violentos e organizados ligados à segurança privada no âmbito da diversão noturna, atividade que se tem consolidado na última década.

+ notícias: País

Professores avisam que "vem aí um tempo de luta que terá de ser muito intensa"

O secretário-geral da Fenprof, Mário Nogueira, avisou esta terça-feira que “vem aí um tempo de luta, que terá de ser muito intensa”, num plenário repleto de docentes, em Almada, que começou de manhã e durou até à hora do almoço.

Primeiro dia de aulas: os desafios do primeiro ano do Martim

Se para uns este dia foi apenas um regresso à escola e às rotinas que já conhecem, outros preparam-se para uma nova etapa cheia de coisas novas. Escola diferente, livros com letras, cadernos com linhas e horários rígidos, são estes os desafios do Martim que acaba de entrar no primeiro ano e o Porto Canal foi acompanhar as primeiras emoções.

Mais de 1000 militares da GNR iniciam programa especial de regresso às aulas

Para um arranque de ano mais seguro, 1900 militares da Guarda Nacional Republicana (GNR) iniciaram, na passada segunda-feira, um programa especial de regresso às aulas. Até ao dia 21, vão andar pelas escolas do país a alertar pais e crianças para questões importantes.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.