Info

Mais de 4,7 milhões de preservativos distribuídos em 2017

| País
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 12 fev (Lusa) -- Mais de 4,7 milhões de preservativos foram distribuídos pelas autoridades de saúde em 2017, um número substancialmente inferior ao registado há uma década, de acordo com dados da Direção-Geral da Saúde (DGS).

A propósito do Dia Internacional do Preservativo, que se assinala na terça-feira, a DGS revelou que, em 2017, foram distribuídos 4.751.387 preservativos masculinos e 110.400 femininos.

Estes valores representam uma subida em relação aos preservativos masculinos distribuídos no ano anterior (4.743.049), mas ficam muito longe dos distribuídos em 2008: 7.406.392.

Em 2017 também se registou uma diminuição de preservativos femininos distribuídos: 110.400 contra os 194.095 distribuídos em 2016.

Este ano, para assinalar o Dia Internacional do Preservativo, a DGS, o Programa Nacional para a Infeção VIH/SIDA e o Programa Nacional para as Hepatites Virais associam-se a algumas iniciativas que visam a sensibilização da população para a utilização do preservativo enquanto meio preventivo de infeções sexualmente transmissíveis, nomeadamente da infeção por VIH e da Hepatite B.

Uma das iniciativas é a tradução para inglês e mandarim dos conteúdos do folheto sobre prevenção, agora também em suporte digital.

A ideia é abranger populações-chave que, por não dominarem o idioma, não estavam contempladas no processo de divulgação/informação de medidas preventivas da infeção por VIH, segundo a DGS.

As autoridades de saúde recomendam a utilização do preservativo enquanto meio preventivo de infeções sexualmente transmissíveis, nomeadamente da infeção por VIH e da Hepatite B.

SMM // HB

Lusa/Fim

+ notícias: País

Profissionais da ASAE exigem consultas de medicina em falta há quatro anos

O Sindicato Nacional dos Profissionais da ASAE (SNP-ASAE) defendeu este domingo a realização das consultas de medicina do trabalho a estes funcionários ainda no primeiro trimestre de 2019.

Polícia apreende 400 quilos de cocaína e detém oito pessoas em Portugal e Espanha

Oito pessoas foram detidas no norte de Portugal e na Galiza pelas autoridades dos dois países, que apreenderam 400 quilos de cocaína, segundo a agência de notícias espanhola, citando uma fonte da subdelegação do governo em Pontevedra.

Incêndio numa habitação na Covilhã provoca um ferido

Uma pessoa ficou ferida devido a um incêndio que deflagrou este domingo numa habitação, na Covilhã, informou o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Castelo Branco.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.