Jornal Diário Jornal das 13 Último Jornal

PR apresenta condolências ao Presidente russo por queda de avião com 71 vítimas

| Política
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 11 fev (Lusa) -- O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, apresentou hoje condolências ao Presidente da Rússia, Vladimir Putin, depois da morte das 71 pessoas que seguiam a bordo de um avião que se despenhou nos arredores de Moscovo.

"Tendo tomado conhecimento do trágico acidente de aviação ocorrido hoje nos arredores de Moscovo, apresento a vossa excelência, em meu nome pessoal e em nome do povo português, as minhas sentidas condolências, bem como aos familiares das vítimas", escreve Marcelo Rebelo de Sousa numa mensagem enviada a Putin e publicada na página da internet da Presidência da República.

Um avião de passageiros com 71 pessoas a bordo despenhou-se hoje nos arredores de Moscovo e não houve sobreviventes, segundo uma fonte do ministério de Emergências russo.

O aparelho Antonov An-148 da companhia Saratov Airlines despenhou-se pouco depois de ter descolado do aeroporto de Domodedovo de Moscovo em direção a Orsk, uma cidade dos Urais.

Segundo as agências russas, seguiam a bordo 65 passageiros e seis tripulantes.

CMP (MC) // JPF

Lusa/Fim

+ notícias: Política

Fernando Negrão foi declarado eleito líder parlamentar do PSD com 39,7% dos votos

O deputado Fernando Negrão conseguiu hoje apenas 39,7% dos votos para a liderança parlamentar do PSD, correspondente a 35 votos favoráveis, 32 brancos e 21 nulos, tendo votado 88 dos 89 parlamentares sociais-democratas.

Bruxelas propõe alteração ao orçamento UE para mobilizar rapidamente ajuda dos incêndios

A Comissão Europeia propôs hoje emendas ao orçamento comunitário para garantir uma rápida mobilização dos apoios financeiros do Fundo de Solidariedade anunciados na semana passada, incluindo 49,1 milhões de euros para Portugal, na sequência dos incêndios de 2017.

Amnistia Internacional condena caso do juíz Neto de Moura

A Amnistia Internacional condena o caso relacionado com o problema da violência doméstica e da própria abordagem da justiça a este fenómeno. Aliás, o documento cita o exemplo do polémico acórdão de um juiz do porto sobre agressões cometidas a mulher chamada de adúltera.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.