Jornal Diário Jornal das 13 Último Jornal

Volkswagen China inicia este mês exportações para o sudeste asiático

| Mundo
Porto Canal com Lusa

Pequim, 12 jan (Lusa) -- A Volkswagen (VW) China anunciou hoje que iniciará este mês as exportações para o sudeste asiático de automóveis fabricados no país, sendo o primeiro destino as Filipinas.

Em comunicado, o construtor automóvel informou que o plano de exportação estará "completamente em andamento em março" e que o "objetivo é entregar vários milhares de unidades cada ano a clientes da região nos próximos anos".

Trata-se do "passo seguinte" na colaboração entre a VW e as suas sócias chinesas -- FAW e SAIC -- e "sobressai o facto de os seus produtos poderem competir a um nível internacional", afirmou, citado no comunicado, Soh Weiming, vice-presidente da VW China.

Acerca dos modelos, a informação divulgada refere apenas que serão veículos populares no mercado chinês.

A Volkswagen China anunciou ainda ter vendido 3.177 milhões de unidades em 2017, registando-se um novo recorde e uma subida anual de 5,9%. Esta é a primeira vez que a marca supera a barreira dos três milhões de vendas na China.

O número não inclui outras marcas do grupo como Audi ou Skoda.

Quatro modelos (Jetta, Lavida, Sagitar e Tiguan) entraram no top dos 10 automóveis mais vendidos no país.

No ano passado venderam-se, no total, 24,72 milhões de automóveis, um número recorde, que traduz, porém, uma subida de 1,4% em relação a 2016.

PL// ATR

Lusa/fim

+ notícias: Mundo

Macau com recorde de 32,6 milhões de visitantes em 2017

Macau bateu um novo recorde ao receber mais de 32,6 milhões de visitantes em 2017, revelam dados preliminares divulgados esta quarta-feira pela Direção dos Serviços de Turismo (DST) que antecipa, para este ano, um crescimento de 1 a 3%.

Reservas angolanas podem descer 50% mantendo-se nível de despesas em moeda estrangeira

Luanda, 18 jan (Lusa) - As reservas de divisas em Angola poderão registar este ano uma quebra de cerca de 50% a manter-se o mesmo nível de despesas em moeda estrangeira, afirmou hoje em Luanda o governador do Banco Nacional de Angola (BNA).

Guterres avisa que ameaça das armas de destruição em massa está a ganhar força

Nações Unidas, 18 jan (Lusa) -- O secretário-geral da ONU, António Guterres, avisou hoje que a ameaça das armas de destruição em massa está a ganhar força, apelando a um novo impulso das políticas internacionais de não proliferação.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.