Info

Força Aérea Angolana procura por destroços de avião desaparecido no leste

| Mundo
Porto Canal com Lusa

Luanda, 13 out (Lusa) - A Força Aérea Angolana (FAN) disponibilizou dois helicópteros para procurar os destroços do avião que estava ao serviço de uma empresa privada e que desapareceu, na quinta-feira, a 200 quilómetros da cidade do Dundo, no leste de Angola.

De acordo com informação prestada pela FAN, os dois meios aéreos estão envolvidos nas operações desde o início da manhã, havendo registo da participação de uma avaria na aeronave desaparecida, antes de perder o contacto.

Um cidadão português é um dos sete elementos que seguiam a bordo desta aeronave indicou à Lusa uma fonte consular.

A aeronave tinha partido do Dundo, no extremo leste de Angola, cerca das 16:00 de quinta-feira, com destino a Luanda.

O Ministério dos Transportes de Angola convocou para estar tarde uma conferência de imprensa para dar mais explicações sobre este incidente.

PVJ // VM

Lusa/Fim

+ notícias: Mundo

Turquia detém 52 sírios suspeitos de ligação ao Estado Islâmico

A Turquia deteve esta quinta-feira 52 cidadãos sírios suspeitos de ligação ao grupo extremista Estado Islâmico numa operação na cidade de Bursa, a cerca de 100 quilómetros a sul de Istambul, noticia a agência estatal Anadolu.

Democratas e republicanos anunciam acordo provisório sobre muro exigido por Trump

Negociadores democratas e republicanos anunciaram no domingo terem alcançado um princípio de acordo sobre o muro que o Presidente dos Estados Unidos reinvindica na fronteira com o México, mas cuja verba está longe daquela reclamada por Donald Trump.

PR de Cabo Verde diz que "não seria adequado" visitar país agora

Praia, 15 fev (Lusa) -- O Presidente da República de Cabo Verde, Jorge Carlos Fonseca, anunciou hoje que não irá visitar a Guiné-Bissau antes das eleições legislativas de 10 de março, por considerar que "não seria adequado ir neste momento".

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.