Jornal Diário Jornal das 13

Período de permutas entre professores vai ser alargado

| País
Porto Canal com Lusa

Loulé, Faro, 13 set (Lusa) -- O ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, disse hoje no Algarve que o período para as permutas entre docentes vai ser alargado, depois da forte contestação dos professores que foram colocados em escolas a centenas de quilómetros de casa.

"Trabalharemos também para reafirmar o conjunto de ferramentas que temos disponíveis para que eles [professores] se aproximem [de casa], por exemplo, aumentando o período em que as permutas estão abertas", referiu, em declarações aos jornalistas, não especificando quanto tempo será o alargamento.

Na terça-feira, um grupo de cerca de três dezenas de professores reclamou, junto da Assembleia da República, a suspensão do mais recente concurso de mobilidade interna, que consideram marcado por "injustiça e ilegalidades".

Questionado pelos jornalistas sobre a situação destes professores, o governante adiantou que o período para as permutas vai ser alargado para que, por exemplo, "um professor do Norte que está colocado mais a sul possa aproximar-se de casa, permutando com outro professor da mesma disciplina".

Tiago Brandão Rodrigues garantiu estar a trabalhar para que "cada vez mais, mais professores possam estar próximo da sua área de residência", mas sublinhou a "complexidade" do processo, nomeadamente, por terem decorrido quatro concursos alinhados em simultâneo, o que ainda não tinha acontecido.

Segundo o governante, apesar de não ser o objeto do encontro, este será um dos temas em debate na reunião que está marcada para sexta-feira com a Federação Nacional de Educação (FNE) e a Federação Nacional dos Professores (Fenprof).

Tiago Brandão Rodrigues falava aos jornalistas na Escola Secundária de Loulé, à margem de uma visita que decorreu no último dia do arranque do ano letivo, durante a qual o ministro inaugurou uma rádio escolar.

"O primeiro dia", de Sérgio Godinho, foi a primeira música a ser emitida pela rádio, com a particularidade de ter sido escolhida pelo próprio ministro da Educação, que concedeu ainda uma pequena entrevista a um dos mentores do projeto.

MAD (APN/MZFC) // HB

Lusa/Fim

+ notícias: País

Cerca de 62% dos serviços públicos não cumprem a lei do livro de reclamações eletrónico

A maioria dos sites dos serviços públicos essenciais não cumprem a lei sobre o livro de reclamações eletrónico. Um ano depois da entrada em vigor da legislação , a DECO analisou 392 sites e verificou que mais de metade não tem livro de reclamações eletrónico.

Quase um milhão de refeições escolares desperdiçadas

Quase um milhão de refeições escolares que tinham sido encomendadas foram desperdiçadas porque os alunos faltaram, revela o relatório anual do ministério da Educação sobre cantinas concessionadas a privados.

Estudo a nível europeu revela que população idosa de Portugal é pouco saudável

A população idosa portuguesa tem baixos níveis de saúde principalmente quando comparados com a de outros países europeus. Os dados constam daquele que é já considerado o maior estudo sobre envelhecimento realizado na Europa.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.