Jornal Diário Jornal das 13 Último Jornal

Governo aprova autorização legislativa para regular exercício de intermediário de crédito

| Política
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 18 mai (Lusa) -- O Governo aprovou hoje uma proposta de lei de autorização legislativa para regular o acesso e o exercício da atividade de intermediário de crédito e criar um regime de controlo de idoneidade.

Na reunião de hoje do Conselho de Ministros foi "aprovada uma proposta de lei de autorização legislativa que tem por objeto regular o acesso e o exercício da atividade de intermediário de crédito e da prestação de serviços de consultoria relativamente a contratos de crédito a celebrar com consumidores e instituir um regime de controlo de idoneidade, conhecimentos e competências e da isenção".

Segundo o comunicado da reunião, foi ainda aprovada a proposta de lei que transpõe parcialmente a diretiva comunitária 2014/91/EU, "visando a regulação das políticas de remuneração das entidades gestoras de fundos de investimento, a intensificação dos requisitos e das obrigações dos depositários e o estabelecimento de um regime sancionatório substantivamente mais robusto e completo".

O Governo afirma que, assim, "dá mais um passo no sentido do reforço da segurança das poupanças aplicadas em fundos de investimento e da melhoria da confiança dos investidores".

CSJ // ATR

Lusa/Fim

+ notícias: Política

Municípios rejeitam propostas de habitação do Governo

A direcão da Associação Nacional de Municípios rejeitou duas das propostas do Governo para a habitação apresentadas esta semana, o programa 1º Direito e o Programa Arrendamento Acessível. É que apesar das autárquias quererem ter mais competências nesta matéria avisam que são necessárias as devidas e proporcionais transferências financeiras.

Governo investe 70 milhões em 303 projetos de valorização turística do interior

O Governo vai investir 70 milhões em 303 projetos de valorização turística do interior. O anúncio foi feito por Caldeira Cabral durante a assinatura de projetos apoiados pelo programa valorizar na região centro.

Tiago Brandão Rodrigues nega ilegalidades no concurso extraordinário de professores

O Ministro da Educação nega ilegalidades no concurso extraordinário de professores. A propósito das críticas da FENPROF sobre o concurso Tiago Brandão Rodrigues diz que houve negociação e que "legalmente foi tudo acautelado.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.