Jornal das 13 Jornal Diário Último Jornal

Nova sondagem coloca Macron à frente de Le Pen

| Mundo
Porto Canal com Lusa

Paris, 21 abr (Lusa) -- Uma nova sondagem sobre as presidenciais francesas divulgada hoje coloca Emmanuel Macron (centro) à frente de Marine Le Pen (extrema-direita), com 24% e 22% respetivamente, e Jean-Luc Mélenchon (esquerda) e François Fillon (direita) empatados com 19%.

Na sondagem, realizada pelo instituto Ipsos para a rádio France Info, o candidato socialista, Benoît Hamon, perde meio ponto percentual em relação ao último estudo, reunindo 7,5% das intenções de voto.

Os restantes seis candidatos -- Philippe Poutou, Nicolas Dupont-Aignan, Nathalie Arthaud, Jean Lassalle, François Asselineau e Jacques Cheminade - obtiveram percentagens abaixo dos cinco pontos.

A sondagem destaca o elevado nível de indecisão entre os eleitores que afirmam ter a certeza de que vão votar, 31% dos quais admite que pode mudar de candidato.

Os mais seguros do seu sentido de voto são os apoiantes de Marine Le Pen, líder da Frente Nacional, 85% dos quais afirma ter a certeza de que votará nela, seguindo-se os que pretendem votar Fillon (83%), Macron (73%) ou Mélenchon (67%).

A sondagem estima que a taxa de participação eleitoral na primeira volta, que se realiza domingo, seja de 73%, a mais baixa desde 2002.

MDR // ANP

Lusa/Fim

+ notícias: Mundo

Governo espanhol avança no sábado com suspensão da autonomia da Catalunha

O Governo espanhol convocou para este sábado uma reunião extraordinária para "continuar os trâmites previstos no artigo 155 da Constituição para restaurar a legalidade no autogoverno da Catalunha".

Pelo menos seis mortos e 22 feridos em atentado contra a polícia no Paquistão

Pelo menos seis pessoas morreram e 22 ficaram feridas esta quarta-feira num atentado à bomba contra um veículo policial na cidade paquistanesa de Quetta.

Oposição aprova moção de rejeição contra Programa do Governo timorense

Díli, 19 out (Lusa) - As três bancadas da oposição maioritária no Parlamento Nacional timorense aprovaram hoje uma moção de rejeição do programa do Governo, contra os votos das duas forças que apoiam o executivo e que, se houver segunda moção, pode cair.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

DESCUBRA MAIS

Nota Alta

Mazgani - "The Faintest Light"