Jornal das 13 Jornal Diário Último Jornal

Atrizes Maria Rueff e Maria do Céu Guerra no festival de teatro de S. João da Madeira

| Norte
Porto Canal com Lusa

S. João da Madeira, Aveiro, 20 abr (Lusa) - O Festival de Teatro de S. João da Madeira arranca esta sexta-feira com a peça "António e Maria", protagonizada por Maria Rueff, e apresenta mais 21 espetáculos, até 05 de maio, incluindo "Tartufo", com Maria do Céu Guerra.

A 11.ª edição do evento volta a ter como principal palco a Casa da Criatividade, mas leva encenações também aos Paços da Cultura, à Sala dos Fornos da Oliva Creative Factory e até às instalações fabris da empresa CEI - Companhia de Equipamentos Industriais.

Organizado pela autarquia local em parceria com o projeto "Espaço Aberto" do Agrupamento de Escolas Serafim Leite, o festival tem espetáculos a preços entre os 2,5 e os dez euros, e registou em 2016 uma afluência global de 4500 espectadores.

Entre profissionais e amadores, em palco estarão cerca de 300 atores, a maior parte dos quais integrados em grupos teatrais locais e regionais.

"Dirigindo-se a diferentes segmentos de público, o evento assume cada vez maior importância na cultura da cidade, registando um grande envolvimento da comunidade", afirma fonte da autarquia.

"É uma iniciativa de âmbito local que junta grupos de teatro amadores a nomes consagrados dos palcos nacionais, com mérito reconhecido, contribuindo para uma dinamização assinalável da atividade teatral no concelho", acrescenta.

Este ano, o programa inclui também um espetáculo comemorativo do 25 de Abril, a realizar no próprio feriado nos Paços da Cultura. Sob o título "Ailé Ailé", junta o poeta José Fanha ao músico e compositor Daniel Completo, ex-elemento do grupo de música tradicional Ronda dos 4 Caminhos.

Até 05 de maio, o festival propõe ainda várias outras encenações, a começar pelas dos grupos Teatro Meridional (com Maria Rueff), H'Ora Viva!, Ladrão de Sonhos, TEPAS, A Bem Dizer, Artes do Palco, Animoparque, Banco Local de Voluntariado, Cultura Viva, Os Boinas, ACEITE, Lua Nova, Recriarte, Serafins, ATEC, GEDE, TOJ, NAQA, Anim'Arte, Troupe e, no encerramento, A Barraca, com Maria do Céu Guerra.

AYC // MAG

Lusa/Fim

+ notícias: Norte

80% do concelho de Castelo de Paiva foi destruído pelo fogo

Cerca de 80% do concelho de Castelo de Paiva foi consumido pelo fogo que começou em Vale de Cambra. A situação mais preocupante viveu-se esta segunda-feira na freguesia de Real. Várias casas foram destruídas pelas chamas e pelo menos 200 pessoas tiveram de ser retiradas de um pavilhão.

Autarca de Vouzela estima que 80% a 90% do concelho tenha sido "arrasado" pelas chamas

O presidente da Câmara de Vouzela, Rui Ladeira, disse esta terça-feira que "80% a 90% do concelho foi arrasado" pelas chamas, que também deixaram "pelo menos 20 famílias desalojadas" e destruíram "centenas de postos de trabalho".

Em Vouzela a população entrou em desespero com a força das chamas

                               

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

DESCUBRA MAIS

Nota Alta

Mazgani - "The Faintest Light"