Info

Descoberta a galáxia mais luminosa no universo mais próximo da Terra

| Mundo
Fonte: Agência Lusa

Lisboa, 27 nov (Lusa) - Uma equipa internacional de astrónomos, incluindo o português José Afonso, descobriu a galáxia mais luminosa no universo mais próximo da Terra, com um brilho superior a 10 biliões de estrelas como o Sol, informou hoje a Universidade de Lisboa.

A galáxia (grande conjunto de estrelas) situa-se a dois mil milhões de anos-luz da Terra, no chamado Universo Local.

Em declarações à agência Lusa, o diretor do Centro de Astronomia e Astrofísica da Universidade de Lisboa (CAAUL), José Afonso, adiantou que o próximo passo da investigação será perceber de que forma se formou a grande luminosidade da galáxia, que estará associada a "uma formação de estrelas explosiva" e à atividade que rodeia um "buraco negro gigantesco" central, que, "ao engolir material", fá-lo "brilhar de forma muito intensa".

A descoberta, explicou, é inédita e interessante porque as galáxias com enorme luminosidade são mais comuns no universo distante, a seis ou sete mil milhões anos-luz da Terra.

O cálculo da luminosidade da galáxia IRAS 08572+3915, conhecida há 30 anos, foi feito pela equipa de astrónomos a partir de uma análise detalhada de novas observações, realizadas com o Telescópio Espacial Herschel, da ESA, e com o Telescópio Espacial Spitzer, da NASA.

O grupo de 19 cientistas, liderado por Andreas Efstathiou, da Universidade Europeia de Chipre, propõe-se estudar a origem da luminosidade da galáxia com um instrumento mais potente, o ALMA, o maior radiotelescópio do mundo.

ER //GC

Lusa/Fim

+ notícias: Mundo

Explosão em rua pedonal de Lyon, leste de França, faz sete feridos

Uma explosão de origem desconhecida numa rua pedonal do centro da cidade de Lyon, no leste de França, fez hoje pelo menos sete feridos, noticiou a agência AFP.

Ministra britânica demite-se e aumenta pressão sobre PM Theresa May

A ministra dos Assuntos Parlamentares britânica, Andrea Leadsom, anunciou hoje a demissão do governo em desacordo com o plano da primeira-ministra, Theresa May, para tentar aplicar o 'Brexit'.

Português encontrado morto em casa com sinais de violência em Moçambique

MUm português de 40 anos foi encontrado morto na casa onde residia, em Maputo, com sinais de violência, disse este sábado à Lusa o cônsul-geral de Portugal na capital moçambicana.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.