Jornal das 13 Jornal Diário Último Jornal

Incêndio em fábrica de papel em Santa Maria da Feira parcialmente dominado

| Norte
Porto Canal com Lusa

Santa Maria da Feira, Aveiro, 18 mar (Lusa) - O incêndio na fábrica de papel de Santa Maria da Feira foi "parcialmente dominado", informou hoje o comandante operacional, José Carlos Pinto, num balanço atualizado do combate às chamas.

Em declarações às televisões no local, o comandante dos Bombeiros Voluntários de Lourosa, José Carlos Pinto, disse, pouco depois das 00:00, que "um dos setores" do incêndio está dominado, enquanto outro "está a ceder aos meios" de combate.

Apesar de o fogo não estar ainda totalmente controlado, não existe risco de propagação das chamas a outras construções, ressalvou.

O segundo comandante disse à Lusa que a situação "está a evoluir" e que "dentro de de pouco tempo poderá estar dominado".

As chamas deflagraram na fábrica da empresa J. Nunes e Filhos Lda., na freguesia de S. Paio de Oleiros, concelho de Santa Maria da Feira, de onde partiu o alerta para os bombeiros, às 18:46.

A fábrica possuía quatro armazéns de resíduos de papel e cartão, três deles consumidos pelas chamas.

O incêndio, cujas causas são ainda desconhecidas, está a ser combatido por 141 bombeiros, de 10 corporações.

ER (AYC) // ARA

Lusa/Fim

+ notícias: Norte

Boticas é um dos concelhos 'em alerta' devido à possibilidade de cheias

Boticas é um dos concelhos em risco devido à possibilidade de cheias e enxurradas. O autarca diz que o Governo precisa de "coragem política" para reverter a situação.

Inaugurado em Vila Real laboratório de realidade virtual mais avançado da Península Ibérica

Foi inaugurado o laboratório de realidade virtual mais avançado da Península Ibérica. Fica em Vila Real, na Escola de Ciência e Tecnologia da Universidade de Trás-os-Montes e lá vão ser criadas soluções multissensoriais que podem ser adaptadas a áreas como a educação, treino, indústria, turismo ou saúde.

Ex-administradores da Gaianima começam a ser julgados por abuso de poder, peculato e infidelidade

Começaram a ser julgados esta terça-feira os três ex-administradores da Gaianima, a extinta empresa municipal de Vila Nova de Gaia. Ricardo Almeida, Angelino Ferreira e João Vieira Pinto respondem por crimes de abuso de poder, peculato e infidelidade. Na primeira sessão todos se remeteram ao silêncio.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS

Nota Alta

"Todos nós estamos desenhados...