Info

Bragança Fernandes diz que metro até à Trofa é uma questão de "justiça"

Bragança Fernandes diz que metro até à Trofa é uma questão de "justiça"
| Norte
Porto Canal (MYR)

O presidente da Câmara da Maia (PSD), Bragança Fernandes, defendeu, na tarde desta sexta-feira que a construção da linha da Trofa deve ser elaborada no âmbito da extensão da rede do Metro do Porto, por uma questão de justiça.

Bragança Fernandes, Presidente da Câmara da Maia afirmou esta sexta-feira, que a linha do metro até à Trofa "tem de ser feita" por "justiça", citado pelo Jornal de Notícias.

Esta questão em torno da extensão da rede do Metro do Porto também foi mencionada pelo presidente da Câmara de Gondomar, Marco Martins, que é também administrador não executivoda empresa de transporte público em representação da Área Metropolitana do Porto, que questionou o Conselho Metropolitano sobre a posição que o acionista (minoritário) AMP vai tomar quando o Governo anunciar a sua decisão.

O ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes, remeteu para o dia 07 de fevereiro o anúncio sobre quais as linhas a construir no âmbito da extensão da rede do Metro do Porto.

Bragança Fernandes teve ao seu lado o presidente da Câmara da Trofa, que defende a construção da linha no seu concelho, tendo em conta que, em fevereiro de 2002, a circulação rodoviária nas linhas da CP da Póvoa de Varzim e da Trofa foram encerradas para dar início às obras de construção do canal do metro.

+ notícias: Norte

GNR detém três homens e apreende drogas e armas em Viana do Castelo

Mais de meia centena de militares da GNR cumpriram 16 mandados de busca em Viana do Castelo e a operação resultou na detenção de três homens por posse de droga e armas, anunciou hoje fonte policial.

GNR detém quatro suspeitos de tráfico de droga e apreende 8.500 doses em Santo Tirso

A Guarda Nacional Republicana (GNR) anunciou este sábado que deteve quatro homens em Santo Tirso (Porto) pertencentes "a uma rede organizada de tráfico de droga" que abastecia Valongo, Amarante e Marco de Canaveses (Porto), e apreendeu 8.500 doses de droga.

Dois feridos e habitação destruída num incêndio numa "ilha" do Porto

Um homem e uma mulher sofreram este sábado ferimentos por queimaduras e inalação de fumos na sequência de um incêndio que destruiu uma casa de uma "ilha" do Porto (habitação de origem operária, típica da cidade), disse fonte dos Bombeiros.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.