Info

Agências de viagens inglesas escolhem Portugal para o seu congresso em 2017

| Economia
Porto Canal com Lusa

Aveiro, 08 dez (Lusa) - O presidente da Associação Portuguesa das Agências de Viagens e Turismo (APAVT) anunciou hoje, em Aveiro, que, depois dos alemães este ano, são os Açores que vão receber em 2017 o congresso anual dos seus homólogos ingleses.

"Depois de, no ano passado, termos ganho para Portugal o congresso dos agentes de viagens alemãs, recebemos este ano a maravilhosa notícia de que acolheremos em Portugal, já em 2017, concretamente nos Açores, o congresso da associação inglesa, a ABTA, que resulta igualmente de uma nossa candidatura", disse Pedro Costa Ferreira, no discurso de abertura do 42.º congresso da APAVT.

"Sem falsas modéstias", como realçou, o presidente da APAVT acrescentou que não conhece "nenhum país do mundo, e já agora, nenhuma associação empresarial do mundo que, no espaço de três anos, tenha acolhido os dois mais importantes e procurados congressos do sector, o da DRV [alemão] e da ABTA".

Pedro Costa Ferreira disse, no entanto, que estas conquistas vêm de "um trabalho coletivo, de largo especto no âmbito da cadeia de distribuição e incluindo as tutelas (nacional, em 2015, e regional, em 2017)", mas que sobretudo "houve que sonhar alto, e dar os primeiros passos negociais assentes apenas nesses sonhos".

E isso, sublinhou: "Foi um mérito indiscutível da APAVT e da sua direção".

O responsável aproveitou ainda para referir que 2017 vai ser palco de outro acontecimento "importantíssimo", para a região do centro do país, que será, ao longo do próximo ano, destino turístico preferido da ECTAA [a federação das associações de agências e operadores turísticos].

O 42.º Congresso Nacional da APAVT, que começou hoje sob o tema 'Turismo: Liberdade de Escolha e Fatores de Competitividade', decorre em Aveiro até dia 11 e conta com 670 profissionais do setor, o maior número de inscritos dos últimos 15 anos.

Em declarações à Lusa, o presidente da APAVT, admitiu que esta adesão tem a ver com os recordes que o Turismo tem registado nos últimos anos, "com o bom momento que o setor atravessa", com a região em sim, mas sublinhou existirem outros motivos.

"Não podemos esquecer que o setor atravessa desafios, nomeadamente de fiscalidade e competitividade", daí a APAVT acreditar que os seus associados "sintam necessidade de no seio da associação se juntarem para os discutir", disse.

"É o que iremos fazer nos próximos dias", acrescentou.

A sessão oficial de abertura, que está a decorrer, conta entre outros, com a participação da secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho.

MSF // SMA

Lusa/Fim

+ notícias: Economia

Moody's diz que banca portuguesa deve reduzir rede de agências e tem que melhorar qualidade de ativos

Os bancos portugueses estão no bom caminho, mas devem continuar a melhorar a qualidade dos ativos e reforçar os esforços de reestruturação, nomeadamente em termos da redução da rede de agências, indicaram à Lusa especialistas da Moody's.

Economia cresceu 2,1% em 2018 e ficou abaixo da meta do Governo

O Produto Interno Bruto (PIB) português aumentou 2,1% em 2018, menos 0,7 pontos percentuais do que o observado no ano anterior e abaixo da previsão do Governo de uma expansão de 2,3%, divulgou esta quinta-feira o INE.

Sindicatos dizem que rejeição da abolição de portagens na A23 e A25 demonstra desprezo pelo interior

A União dos Sindicatos de Castelo Branco (USCB) afirmou esta terça-feira que a rejeição das propostas para a abolição das portagens na A23 e na A25 é uma "demonstração do desprezo" pelo interior do país.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.