Info

Macau baixa nível de alerta de tufão após passagem de Haima

| Mundo
Porto Canal com Lusa

Macau, China, 21 out (Lusa) -- As autoridades de Macau reduziram hoje pelas 15:30 (08:30 em Lisboa) o sinal número oito de tufão, numa escala de dez, para sinal três, com o Haima a afastar-se do território sem provocar vítimas.

Segundo os serviços de meteorologia de Macau, o tempo deve manter-se instável durante o resto do dia, com algumas rajadas de vento e chuvas ocasionais.

Segundo a proteção civil, após sete horas de sinal oito, foram registados 14 incidentes, incluindo quatro em imóveis e dez na via pública, desde quedas de andaimes a quedas de vidros e árvores. Ninguém ficou ferido.

No entanto, devido à hora de mudança do sinal, permanecerão encerrados durante todo o dia a maior parte dos serviços públicos, escolas e bancos.

As pontes Nobre de Carvalho, Amizade e Sai Van, que estavam encerradas, foram já reabertas, sendo por sua vez fechado o tabuleiro inferior da ponte Sai Van, que estava a ser utilizado como a única alternativa para ligar a península de Macau e a ilha da Taipa.

Em Hong Kong o sinal oito continua içado e o Observatório da cidade indica que assim deve permanecer até, pelo menos, ao final da tarde.

A aproximação do tufão Haima paralisou Hong Kong e Macau durante boa parte do dia e obrigou ao cancelamento de quase 600 voos nas duas cidades.

As ligações de barco entre Macau e Hong Kong estão também suspensas.

Até ao final da manhã, a proteção civil de Macau tinha registado oito incidentes -- três em imóveis e cinco na via pública.

O tufão Haima, o 22.º do ano, tocou terra na província chinesa de Guangdong pelas 12:00 (06:00 em Lisboa), com ventos entre os 150 e os 166 quilómetros por hora, segundo a agência oficial Xinhua.

Na quinta-feira, o Haima passou pelas Filipinas, onde matou pelo menos 12 pessoas.

ISG // JPS

Lusa/fim

+ notícias: Mundo

Coletes amarelos: Milhares manifestam-se em França pelo décimo sábado consecutivo

Milhares de "coletes amarelos" manifestaram-se, pelo décimo sábado consecutivo, em toda a França, apesar do "grande debate" nacional iniciado pelo Presidente Emmanuel Macron, visando apaziguar o descontentamento popular que dura há dois meses.

Pelo menos 20 mortos em incêndio de oleoduto no México

Pelo menos 20 pessoas morreram e 54 ficaram feridas na sequência de um incêndio de grandes dimensões num oleoduto no centro do México, anunciaram na sexta-feira as autoridades mexicanas.

Parlamento britânico chumba moção de censura ao Governo conservador de May

O Parlamento britânico rejeitou hoje uma moção de censura ao Governo conservador da primeira-ministra Theresa May, com 325 votos contra e 306 a favor.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.