Covid-19: "Não há ainda um estudo que permita inequivocamente dizer se podemos ser contaminados através do contacto com as superfícies levando depois as mãos à boca e ao nariz"

| Porto Canal

Celso Cunha, professor universitário, diz que "não há ainda um estudo que permita inequivocamente dizer se podemos ser contaminados através do contacto com as superfícies levando depois as mãos à boca e ao nariz". O professor recorda ainda que "a OMS lembra que já foram feitas várias investigações sobre a viabilidade do vírus em várias superfícies e variaram entre algumas horas no cobre e dias noutras superfícies, como por exemplo as máscaras. Contudo, os testes foram feitos em ambiente laboratorial e em condições onde não havia práticas de limpeza e desinfeção normais".

Celso Cunha alerta também que "devemos continuar a não descurar as medidas de higiene habituais, nomeadamente a lavagem das mãos com agua e sabão que é a medida mais eficaz de prevenção da infeção contra este vírus, para além do uso de máscara e da manutenção de distancia de segurança".

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.