"As medidas são muito fundamentadas em crédito (...) São as medidas possíveis, mas são claramente insuficientes"

| Porto Canal

João Cerejeira, economista, afirma que as medidas apresentadas pelo Governo para fazer face à crise que criada pelo Covid-19 "são as possíveis, mas são insuficientes", até porque para o economista as estas mesmas medidas "são muito fundamentadas em crédito".

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.