Intervenção Polis na Pateira de Fermentelos em consulta pública

| Norte
Porto Canal / Agências

Aveiro, 08 jan (Lusa) -- A Agência Portuguesa do Ambiente anunciou hoje que está em consulta pública o Estudo de Impacte Ambiental do projeto de Requalificação da Pateira de Fermentelos, que tem como proponente a Sociedade Polis Litoral Ria de Aveiro.

O Projeto de Requalificação e Valorização da Pateira de Fermentelos visa "a melhoria do estado ambiental dessa zona de elevado valor ecológico e a promoção da sua vivência pela população".

Contempla a realização de ações de desassoreamento da Pateira de Fermentelos, com vista à limpeza dos fundos e à criação de um espelho de água, que permita a utilização por pequenas embarcações desportivas e de lazer, sem motor.

Os materiais dragados serão depositados nos terrenos agrícolas das margens subindo a cota, para diminuir o risco de cheias e inundações.

Outra das intervenções previstas é a reconstrução do açude do rio Águeda, com o objetivo de melhorar as captações de água para rega tradicional e manter o nível da água em época de estiagem na Pateira de Fermentelos.

De acordo com a APA, o Estudo de Impacte Ambiental encontra-se disponível para ser consultado até 04 de fevereiro, na própria Agência Portuguesa do Ambiente e no seu portal, na Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro, e nas câmaras municipais de Águeda, Aveiro e Oliveira do Bairro.

A Pateira de Fermentelos abrange os concelhos de Águeda (União das Freguesias de Recardães e Espinhel, Fermentelos e União das Freguesias de Travassô e Óis da Ribeira), de Aveiro (freguesia de Requeixo, Nossa Senhora de Fátima e Nariz) e de Oliveira do Bairro (freguesia de Oiã).

É a maior lagoa natural da Península Ibérica, na confluência do rio Cértima com o rio Águeda, e insere-se numa área predominantemente agrícola, com proximidade a pequenos aglomerados populacionais, como Fermentelos, Espinhel, Óis da Ribeira, Requeixo e Perrães.

Os estudos desenvolvidos no âmbito do Estudo de Impacte Ambiental tiveram início em janeiro e terminaram em abril de 2014.

MSO // JGJ

Lusa/Fim

+ notícias: Norte

Populares e ativistas marcaram presença num protesto contra a exploração de lítio na mina do Barroso

Na manhã desta terça-feira, dezenas de populares e ativistas marcaram presença numa manifestação contra a exploração de lítio na mina do Barroso. A arruada simbólica serviu de alerta para os impactos ambientais e para a escassez de água de que a região enfrenta e que a extração mineira pode agravar.

Trabalhadores da maior produtora de cogumelos frescos em greve por melhores salários e condições de trabalho

Os trabalhadores das unidades de produção da maior produtora de cogumelos frescos do país estiveram em greve ao longo desta terça-feira. Ao que apurou o Porto Canal, os trabalhadores exigem um aumento dos salários, do subsídio de alimentação e ainda melhores condições de trabalho.

Uso "desenfreado" de trotinetes aumentou "medo de usar o espaço público" em invisuais

O uso "desenfreado e sem civismo" de trotinetes aumentou o medo de usar o espaço público nas pessoas invisuais, agudizando o sentimento de isolamento de quem não vê, denunciou esta terça-feira a Associação dos Cegos e Amblíopes de Portugal.