Ricardo Ares: "Tendo este símbolo ao peito, é sempre uma obrigação conquistar todos os títulos"

Ricardo Ares: "Tendo este símbolo ao peito, é sempre uma obrigação conquistar todos os títulos"
| Desporto
Porto Canal

Chegou o fim de semana em que o FC Porto vai defender o título de campeão europeu conquistado em 2022/23. Nas meias-finais da Final 4 da Liga dos Campeões, que terá como palco o Pavilhão Rosa Mota – Super Bock Arena, na cidade do Porto, há um clássico entre Sporting e FC Porto, que se disputa este sábado (12h00, FC Porto TV/Porto Canal). O vencedor vai defrontar Óquei de Barcelos ou Oliveirense na grande final de domingo (15h30).

Na conferência de imprensa conjunta que lançou os dados para este clássico, Ricardo Ares falou do sonho de voltar a vencer “a maior” competição que “há no hóquei em patins”, mas para superar os lisboetas e chegar à final é preciso “concentração” e “máximo foco”. Ao lado do treinador, o capitão Gonçalo Alves perspetivou “um grande fim de semana de hóquei em patins” e com muito azul e branco nas bancadas: “Apelo aos portistas para que estejam presentes, mas eles não marcam golos e somos nós que temos que marcar e defender para estarmos na final de domingo”.

Ricardo Ares
“Este pavilhão transmite-me ilusão e ambição. Está desenhado de uma forma espetacular e a organização está de parabéns. Há muita paixão por esta competição, que para mim é a maior que há no hóquei em patins. Agora é sonhar e, em primeiro lugar, estar na final. O objetivo é conquistar a Liga dos Campeões, mas para isso temos de chegar à final primeiro. O foco está nas meias-finais e já sabemos que estes jogos se decidem em pormenores e mudam por coisas muito pequenas. Uma meia-final da Liga dos Campeões com o Sporting precisa de todos os alertas, de toda a concentração e o máximo foco para tentarmos vencer. Tendo este símbolo ao peito, é sempre uma obrigação conquistar todos os títulos que disputamos. Ganhar uma competição antes desta Final 4 não garante absolutamente nada para o jogo de amanhã. É verdade que estamos contentes com o momento que a equipa atravessa, mas isso não garante absolutamente nada. O passado, bom ou mau, de nada serve para o presente, mas é sempre melhor estar com boas sensações. O nosso foco é sempre melhorar a equipa diariamente.”

Gonçalo Alves
“Estive aqui na final entre o FC Porto e o Barcelona e, na altura, o ambiente que se viveu foi espetacular. Infelizmente o FC Porto não conseguiu a vitória, mas agora cabe-nos estar na final novamente. Estão reunidas as condições para um grande fim de semana de hóquei em patins. Hoje é dia de desfrutarmos da espetacularidade deste pavilhão, mas amanhã, quando acordarmos, o foco será o jogo com o Sporting. Depois de estarmos aqui e começarmos a preparação, o foco vai estar todo dentro da pista. Sendo esta Final 4 na cidade do Porto, temos tudo para termos muito público do nosso lado. Apelo aos portistas para que estejam presentes, mas eles não marcam golos e somos nós que temos que marcar e defender para estarmos na final de domingo. Termos ganho a Taça de Portugal não nos dá nada para o jogo de amanhã e temos de estar focados no que temos de fazer, nos pontos fortes e nos pontos menos fortes do Sporting.”

+ notícias: Desporto

FC Porto (Hóquei em Patins): A final passa pelo Dragão Arena. Crónica de jogo

O FC Porto bateu nesta quarta-feira o Sporting após o desempate por penáltis (7-5), no Dragão Arena, e está na final Play-off do Campeonato Nacional de hóquei em patins depois de vencer esta eliminatória das meias-finais (3-2).

Ricardo Ares: "Todos juntos, vamos lutar para sermos campeões"

Foi clássico intenso, emocionante e que só ficou decidido no desempate por penáltis, mas valeu o triunfo do FC Porto frente ao Sporting (7-5) e a respetiva passagem à final do Play-off do Campeonato Nacional de hóquei em patins, no qual os azuis e brancos voltarão a ter o fator casa a favor, independentemente do adversário (Benfica ou Oliveirense).

FC Porto (Hóquei em Patins): ‘Dragões’ garantem presença na final

O FC Porto carimbou o passaporte para a final, depois de vencer o Sporting nas grandes penalidades, no derradeiro duelo dos play-offs das meias-finais do campeonato nacional.