FC Porto: Nuno Lobo apresenta linhas de força da candidatura

FC Porto: Nuno Lobo apresenta linhas de força da candidatura
| Desporto
Porto Canal

Cerimónia do movimento “Respeitar o passado, projetando o futuro” decorreu no auditório do Museu do clube

Ladeado por Luís Barradas, candidato a responsável pela Mesa da Assembleia-Geral, e por Heleno Roseiro, candidato à direção do Conselho Fiscal e Disciplinar, Nuno Lobo apresentou algumas propostas da lista que encabeça para as eleições de 27 de abril.

Depois de lamentar a “desigualdade” na cobertura mediática da candidatura em relação às restantes, o professor deixou claro que uma das linhas de força do movimento que lidera é “tornar o clube sustentável” através de “um prolongamento da dívida” e da negociação de “uma taxa que seja mais acessível ao FC Porto” porque “contas sólidas trazem credibilidade na banca”.

“Cortar as gorduras excessivas na massa salarial”, seja na estrutura diretiva ou no plantel de futebol profissional, é outra das intenções de Nuno Lobo, que mostrou o desagrado por ter visto “algumas pérolas sair para pagar dívidas, não para dar retorno”. O candidato assume que a “aposta tem de ser feita na Academia, é preciso criar mais-valias e potenciá-las”.

Sobre os passes de jogadores, o cabeça de lista do movimento “Respeitar o passado, projetando o futuro” frisou que é obrigatório “renegociar os passes de jogadores” para “acautelar as saídas a custo zero” e aumentar as cláusulas de rescisão, “à imagem do que fazem outros clubes”.

No que ao associativismo diz respeito, o candidato pretende “acabar com os sócios correspondentes”, já que “todos devem ser tratados de forma igual” independentemente da sua residência.

“Após o dia 27 de abril, tenho a certeza que vamos continuar e não vamos desistir. Se em 2028 o FC Porto precisar de nós ou em 2032, vamos estar aqui para servir o FC Porto”, garantiu por último, numa mensagem aplaudida pelas cerca de seis dezenas de pessoas presentes no Museu FC Porto.

+ notícias: Desporto

Sérgio Conceição: “Temos que beber da motivação dos adeptos”

Sérgio Conceição projeta a final da Taça de Portugal (domingo, 17h15).

FC Porto: Nação azul e branca está de volta para pintar o Jamor

Fanzone no Estádio Nacional arranca pelas 10h30.

Wendell: “É o jogo mais importante do ano”

Wendell e Evanilson apontaram à conquista da Taça de Portugal na antevisão à final (domingo, 17h15).