FC Porto (Andebol): Entrada à Porto na fase final. Crónica de jogo

FC Porto (Andebol): Entrada à Porto na fase final. Crónica de jogo
| Desporto
Porto Canal

Portistas derrotaram o Benfica no Dragão Arena (36-32)

15 defesas de Mitrevski, sete golos de Mamadou Diocou e um apoio efervescente dos adeptos portistas no Dragão Arena contribuíram para a entrada vitoriosa do FC Porto na fase final do campeonato. Os Dragões levaram a melhor sobre o Benfica por 36-32.

O encontro não começou de feição para o FC Porto, que viu Gustavo Capdeville parar os primeiros quatro remates e o Benfica a estabelecer um parcial de 3-0. O primeiro golo azul e branco chegou aos cinco minutos por Nikola Mitrevski, que aproveitou a ausência do homólogo do Benfica para reduzir distâncias.

A parca eficácia da equipa de Carlos Resende resultou numa desvantagem de três golos ao cabo dos primeiros dez minutos (3-6), mas uma melhoria da atitude defensiva e uma subida de inspiração do guarda-redes macedónio levaram os Dragões até ao empate (9-9).

A primeira vantagem do FC Porto surgiu aos 22 minutos por intermédio de Nikolaj Laeso (12-11) e levou Jota González a parar o encontro. O equilíbrio foi nota dominante a partir daí e, por isso, o empate fixado ao intervalo ajustou-se à realidade dos acontecimentos (17-17).

Uma entrada condizente com o estatuto da equipa na etapa complementar permitiu ao FC Porto atingir a maior vantagem que se havia estabelecido no encontro até a esse momento (28-25, 46m) e alargá-la.

Com Nikola Mitrevski a levar o pavilhão ao rubro, o desgaste a fazer-se sentir no adversário e com um Mamadou Diocou inspirado, que acabou o clássico como melhor marcador, com sete golos, o FC Porto foi paulatinamente aumentado a margem no placar e chegou aos últimos minutos com a tranquilidade de ter uma mão cheia de golos de vantagem (33-28). A vantagem manteve-se até ao final e os primeiros três pontos da fase final ficaram no Dragão Arena (36-32).

“Sabíamos que são seis jogos, seis finais. A primeira está e vêm aí outras cinco. Parabéns aos atletas e ao público, que soube ajudar os jogadores. Temos mais dois jogos importantes em casa e são bem-vindos porque somos mais fortes com eles. Não entrámos bem no jogo ao nível da finalização, mas conseguimos resolver bastante bem na segunda parte e é isso que interessa. Esta vitória é muito importante para nós e temos de encarar o jogo em Braga como mais uma final”, afirmou Carlos Resende após o clássico.

No próximo sábado, o FC Porto desloca-se a Braga para defrontar o ABC na segunda jornada do grupo A do campeonato (sábado, 17h00, Porto Canal/FC Porto TV).

FICHA DE JOGO

FC PORTO-BENFICA, 36-32
Andebol 1, fase final, grupo A, 1.ª jornada
13 de abril de 2024
Dragão Arena

Árbitros: Daniel Martins e Ricardo Martins

FC PORTO: Nikola Mitrevski (2) e Diogo Rêma (g.r.); Pedro Valdés (3), Jakob Mikkelsen, David Fernández (2), Diogo Oliveira (1), Cristoffer Brännberger, Rui Silva (4), Mamadou Diocou (7), Leonel Fernandes (4), Diogo Branquinho (1), António Areia (3), Nikolaj Læsø (5), Pedro Oliveira, Ricardo Brandão (4) e Fábio Magalhães
Treinador: Carlos Resende

BENFICA: Gustavo Capdeville e Nikola Zoric (g.r.); Cristopher Hedberg (1), Gustavo Oliveira (8), Belone Moreira (3), Paulo Moreno (5), Gabriel Sequeira (1), Alexis Borges (5), Ole Rahmel (3), Filip Taleski (3), Demis Grigoras (3) e Guilherme Cabral
Treinador: Jesus González

Ao intervalo: 17-17

+ notícias: Desporto

Sérgio Conceição: “Temos que beber da motivação dos adeptos”

Sérgio Conceição projeta a final da Taça de Portugal (domingo, 17h15).

FC Porto: Nação azul e branca está de volta para pintar o Jamor

Fanzone no Estádio Nacional arranca pelas 10h30.

Wendell: “É o jogo mais importante do ano”

Wendell e Evanilson apontaram à conquista da Taça de Portugal na antevisão à final (domingo, 17h15).