Diogo Costa: "Há muita revolta, mas temos de fazer melhor" 

Diogo Costa: "Há muita revolta, mas temos de fazer melhor" 
| Desporto
Porto Canal

Diogo Costa foi o porta-voz do balneário após o empate caseiro diante do Famalicão (2-2)

O FC Porto empatou neste sábado diante do Famalicão (2-2), no Estádio do Dragão, em partida a contar para a 29.ª jornada da Liga. Após o encontro, Diogo Costa reconheceu que os azuis e brancos voltaram a entrar mal no jogo e que “há muita coisa a melhorar”, por isso “há que olhar para dentro e ser humilde”. “Como jogador da casa, sinto-me envergonhado. É muito trabalho e muito azar, muita gente contra nós. Temos de melhorar o nosso estado emocional e temos de ser nós mesmos a fazer melhor”, acrescentou aquele que foi o capitão portista no duelo com os famalicenses.

Más entradas têm sido uma constante
“O nosso estado anímico não é o melhor. Temos entrado mal nos jogos e há que olhar para nós, pois há muita coisa a melhorar, principalmente na nossa cabeça. Temos de representar o FC Porto da melhor maneira e esta não é a melhor maneira. Há muita crítica a fazer, há que olhar para dentro e ser humilde.”

A defesa começa no ataque
“Quando falamos na defesa, começa nos nossos avançados. Treinamos bem, as nossas semanas de trabalho são sempre boa, mas mais uma vez entrámos a perder. Tentamos sempre reagir, mas vamos sempre tarde. Há muita revolta, não é fácil lidar com isso, mas temos de fazer melhor.”

Levantar a cabeça e ter maior autocontrolo
“Como jogador da casa, sinto-me envergonhado. É muito trabalho e muito azar, muita gente contra nós. Temos de melhorar o nosso estado emocional e temos de ser nós mesmos a fazer melhor. Temos que ser mais inteligentes do que os adversários, que tentam nos picar. Sabemos que somos emocionais e emotivos, por isso temos de ter um controlo emocional maior para darmos mais ao nosso clube.”

+ notícias: Desporto

Sérgio Conceição: “Temos que beber da motivação dos adeptos”

Sérgio Conceição projeta a final da Taça de Portugal (domingo, 17h15).

FC Porto: Nação azul e branca está de volta para pintar o Jamor

Fanzone no Estádio Nacional arranca pelas 10h30.

Wendell: “É o jogo mais importante do ano”

Wendell e Evanilson apontaram à conquista da Taça de Portugal na antevisão à final (domingo, 17h15).