Durão Barroso: "Não temos de pedir desculpa" mas "ter orgulho no que fizemos" no período da "troika"

Durão Barroso: "Não temos de pedir desculpa" mas "ter orgulho no que fizemos" no período da "troika"
| Política
Porto Canal / Agências

O antigo presidente da Comissão Europeia Durão Barroso defendeu, esta sexta-feira, que o PSD e o CDS-PP não têm de pedir desculpa, mas ter orgulho no que fizeram no Governo “com sentido patriótico” no período da “troika”.

O antigo líder do PSD juntou-se,esta sexta-feira, à campanha da AD (coligação que junta PSD, CDS-PP e PPM) num comício em Santa Maria da Feira, no distrito de Aveiro, num auditório com 1.400 lugares sentados.

Durão Barroso invocou a sua experiência como presidente da Comissão Europeia para recordar esse período entre 2011 e 2014.

“É preciso lembrar como fomos para lá e como saímos. Quem pôs Portugal na situação de bancarrota foi o Governo do PS, depois houve um programa de ajustamento dificílimo, e o Governo de José Sócrates foi substituído pelo de Pedro Passos Coelho”, sublinhou.

O antigo primeiro-ministro lembrou que Portugal conseguiu sair desse programa único em três anos, quando a Grécia demorou oito e teve três programas.

“Em Portugal houve coragem de enfrentar um problema que não tinha sido criado pelo PSD, mas foi o PSD com o CDS que o conseguiu resolver”, referiu.

Numa passagem da sua intervenção aplaudida de pé, Durão Barroso acrescentou: “Nós não temos de pedir desculpa por esse período, nós temos de ter orgulho nesse período pelo que fizemos com sentido patriótico”, salientou.

+ notícias: Política

"Não fazia qualquer sentido". Rui Moreira confirma ter recusado convite para número 2 da AD às Europeias

O presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, confirmou esta terça-feira que foi convidado no domingo à noite por Luís Montenegro para ser o número dois da lista da AD ao Parlamento Europeu, mas recusou.

PSD: Montenegro eleito novo presidente com 73% dos votos

O social-democrata Luís Montenegro foi hoje eleito 19.º presidente do PSD com 73% dos votos, vencendo as eleições diretas a Jorge Moreira de Silva, que alcançou apenas 27%, segundo os resultados provisórios anunciados pelo partido.

Governo e PS reúnem-se em breve sobre medidas de crescimento económico

Lisboa, 06 mai (Lusa) - O porta-voz do PS afirmou hoje que haverá em breve uma reunião com o Governo sobre medidas para o crescimento, mas frisou desde já que os socialistas votarão contra o novo "imposto sobre os pensionistas".