Rui Rocha garante que nunca fará entendimentos com o Chega

Rui Rocha garante que nunca fará entendimentos com o Chega
| Política
Porto Canal / Agências

O presidente da Iniciativa Liberal (IL) garantiu, esta segunda-feira, que nunca fará nenhum entendimento com o Chega por se tratar de um partido político “completamente irresponsável e que não assegura a dignidade humana”.

“Estamos a falar de um partido completamente irresponsável e, portanto, nós não nos entendemos com irresponsáveis”, afirmou Rui Rocha no final de uma reunião com o administrador do Porto de Sines, no distrito de Setúbal, naquela que foi a única ação de campanha desta segunda-feira.

O dirigente liberal, que se fez acompanhar pela cabeça de lista por Setúbal, referiu que a IL e o Chega partilham visões completamente diferentes sobre a sociedade, a economia e o Estado, não tendo nada em comum.

Além disso, Rui Rocha acusou o Chega de estar “muitas vezes próximo de uma esquerda mais radical”.

E questionou: “Como é que eu posso ter algum tipo de entendimento com um partido que é profundamente estatista e que tem um conjunto de medidas que nem a esquerda moderada as defende?”.

O líder da IL considerou ainda que o partido liderado por André Ventura não preserva e não assegura a dignidade humana, além de defender a greve dos polícias, pondo em causa a segurança dos portugueses, e de incentivar nas redes sociais os militares a irem para a rua.

+ notícias: Política

Costa considera que "ocasião fez a decisão" de interromper anterior legislatura

O ex-primeiro-ministro António Costa considera que a “ocasião fez a decisão” de o Presidente da República pôr termo “prematuramente” à anterior legislatura e que a direita andava frenética em busca de pretexto para a dissolução do parlamento.

As propostas dos partidos no combate à corrupção

A ministra da Justiça, Rita Júdice, reúne-se esta sexta-feira separadamente com deputados do PSD, PS e Chega, no parlamento, dando início ao diálogo em matéria de combate à corrupção anunciado pelo primeiro-ministro, Luís Montenegro.

PSD: Montenegro eleito novo presidente com 73% dos votos

O social-democrata Luís Montenegro foi hoje eleito 19.º presidente do PSD com 73% dos votos, vencendo as eleições diretas a Jorge Moreira de Silva, que alcançou apenas 27%, segundo os resultados provisórios anunciados pelo partido.