Tenista da Maia bate próprio recorde no ranking mundial

Tenista da Maia bate próprio recorde no ranking mundial
| Desporto
Porto Canal / Agências

O tenista português Nuno Borges ascendeu esta segunda-feira ao 46.º lugar do ranking mundial, voltando a melhorar a sua melhor posição de sempre, com o sérvio Novak Djokovic a manter-se na liderança.

 
 
 
Ver esta publicação no Instagram
 
 
 

Uma publicação partilhada por Porto Canal (@porto.canal)

Borges subiu um lugar e manteve-se no top-50, para o qual entrou após ter sido o primeiro português a assegurar a presença na quarta ronda do Open da Austrália.

Gonçalo Oliveira é o segundo melhor português na hierarquia ATP, na 216.ª posição, com mais três tenistas lusos a estarem no top-300: Henrique Rocha (241.º), João Sousa (279.º) e Gastão Elias (295.º).

Num top-10 sem alterações, o sérvio Novak Djokovic continua a liderar, seguido do espanhol Carlos Alcaraz e do russo Daniil Medvedev.

No ranking feminino, Iga Swiatek lidera, à frente da bielorrussa Aryna Sabalenka e da norte-americana Coco Gauff, com a cazaque Elena Rybakina a subir ao quarto posto.

Francisca Jorge continua a ser a melhor portuguesa e mantém-se no 200.º posto.

+ notícias: Desporto

Associação Europeia de Estádios destaca nova sala sensorial do Dragão

A ESSMA- Associação Europeia de Estádios destacou esta terça-feira a sala sensorial INZONE do Estádio do Dragão e como o FC Porto tem apostado, nos últimos anos, "numa experiência de jogo mais inclusiva". A nova sala sensorial do estádio dos azuis e brancos foi inaugurada este mês de fevereiro e é inédita em Portugal.

Proibido de inscrever jogadores, Boavista escolhe novo presidente a 15 de março

O novo presidente do Boavista será escolhido a 15 de março. A decisão sairá da reunião de uma assembleia geral de acionistas, onde Gérard Lopez, com posição maioritária, irá propor o nome do novo presidente da SAD axadrezada.

'Casuals' e 'No Name Boys'. O pacto de silêncio sobre a violação de adepto do Benfica

O julgamento arrancou segunda-feira em Lisboa e está a ser marcado pela falta de cooperação dos arguidos que estão a ser ouvidos no Campus da Justiça. De acordo com o Correio da Manhã, a própria procuradora do caso já ironizou que "até parece que os No Name Boys são um assunto sobre o qual não se pode falar".