Funcionários da Câmara de Monção doam 1300 euros para apoiar jovens com "necessidades especiais"

Funcionários da Câmara de Monção doam 1300 euros para apoiar jovens com "necessidades especiais"
| Norte
Porto Canal

Os funcionários da Câmara Municipal de Monção voltaram a mostrar-se solidários com as associações e instituições locais e, no arranque do novo ano, procederam, à entrega de um cheque solidário à Associação “Aldeia Inclusiva”.

O donativo, no valor de 1.300 euros, resultou da inscrição dos funcionários da autarquia monçanense no último Jantar de Natal, realizado no dia 15 de dezembro, no Restaurante “Encosta do Crasto”.

"Cada funcionário municipal entregou 5 euros e escolheu uma associação para receber o donativo. A Associação “Aldeia Inclusiva” recolheu o maior número de votos, sucedendo, assim, à APPACDM de Monção, em 2017, à Associação Rafeiros e Companhia, em 2018, e à Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Monção, em 2019 e 2022", sublinha o município, através de uma publicação nas redes sociais. 

O donativo foi entregue pela Vereadora da Educação, Daniela Fernandes, acompanhada pela Chefe de Gabinete da Presidência, Célia Rodrigues, e por vários colaboradores afetos a cada divisão orgânica da autarquia monçanense.

O apoio destina-se a apoiar as despesas regulares da Associação “Aldeia Inclusiva”, cujo objetivo consiste na criação de um centro de acolhimento para crianças e jovens com necessidades especiais, entre estas, transtorno do espectro autista e paralisia cerebral.

+ notícias: Norte

Matosinhos e CCDR-N querem abrir ao público Quinta de São Gens

A Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N) e a Câmara de Matosinhos querem abrir ao público a Casa e Quinta de São Gens, em Matosinhos, como um Parque de Natureza e Cultura, anunciaram esta quarta-feira.

Vai nascer laboratório de investigação no antigo Raf Park em Matosinhos

A Câmara de Matosinhos quer construir um laboratório de investigação ambiental e agrícola, no local onde estava situado o antigo Raf Park, em Santa Cruz do Bispo.

Já há cinco praias no Norte com vigilância fora de época. Federação estende apelo a todo o país

A Federação Portuguesa de Nadadores Salvadores insiste para que a vigilância nas praias se estenda para além da época balnear, em todo o país.