Lacerda Machado já terá prestado caução de 150 mil euros

Lacerda Machado já terá prestado caução de 150 mil euros
| Política
Porto Canal

Diogo Lacerda Machado, detido no âmbito da operação Influencer que levou à demissão de António Costa, já terá prestado a caução de 150 mil euros.

O JN avança que o principal arguido do caso prestou uma caução bancária que vai ser substituída por uma hipoteca de um imóvel.

Ainda assim, a publicação refere que Lacerda Machado vai mesmo recorrer à decisão do juiz, após ter analisado o caso com o seu advogado, Magalhães e Silva. Também o representante legal de Vítor Escária já tinha informado que o ex-chefe de gabinete de António Costa vai proceder ao recurso.

Lacerda Machado tinha 15 dias desde o anúncio das medidas de coação aplicadas pelo Tribunal de Instrução Criminal, em Lisboa, para apresentar a caução em causa. Foi também obrigado a entregar o passaporte no prazo de 24 horas, ficando impedido de sair do país.

+ notícias: Política

Jovens que comprem primeira casa vão estar isentos de IMT e imposto de selo

O parlamento aprovou a isenção de IMT e Imposto do Selo para jovens até 35 anos que comprem a primeira casa, uma autorização legislativa do Governo com votos contra do PCP e Livre e abstenção do PS e BE.

Eliminação de portagens em ex-SCUT aprovada na especialidade

Os deputados da Comissão de Economia, Obras Públicas e Habitação aprovaram esta quarta-feira o projeto dos socialistas que elimina as portagens nas ex-SCUT, durante a votação na especialidade.

Parlamento aprova redução das taxas do IRS

O parlamento aprovou esta quarta-feira em votação final global o projeto do PS que reduz as taxas do IRS até ao 6.º escalão de rendimentos, bem como projetos do PSD e CDS-PP sobre a atualização dos escalões.