Chega vai marcar nova convenção e Ventura recandidata-se a presidente

Chega vai marcar nova convenção e Ventura recandidata-se a presidente
Lusa
| Política
Porto Canal/Agências

O Chega vai marcar uma nova convenção nacional na sequência de o Tribunal Constitucional ter invalidado a convocatória da última reunião magna, e André Ventura será recandidato à presidência do partido.

Em conferência de imprensa na sede nacional do Chega, em Lisboa, o presidente do partido anunciou que a Direção Nacional “decidiu por unanimidade iniciar os procedimentos necessários para a realização do sexto congresso”.

“Porque não abandono o barco a meio da viagem e porque entendo que continuo a reunir as condições de confiança que os militantes me atribuíram, serei novamente candidato à presidência do Chega”, indicou André Ventura, desafiando os críticos a entrarem na corrida e apresentarem candidaturas.

O líder do Chega assinalou que este será a sexta reunião magna do Chega em cinco anos, na sequência de decisões do Tribunal Constitucional (TC).

Ventura deixou duras críticas à atuação dos juízes do Tribunal Constitucional, que acusou de “má fé” e de serem uma “força de bloqueio” e falou também em “perseguição” e tentativa de “ilegalização na secretaria”.

“Nunca um partido político foi tão perseguido em tribunal desde o 25 de Abril, e não podemos acreditar que juízes nomeados pelo PS e pelo PSD promovam uma asfixia permanente e uma ilegalização encapotada do seu oponente”, acusou.

+ notícias: Política

Após polémica, adjunta do ministro das Finanças recua e decide não assumir funções

Patrícia Dantas recua e não vai assumir funções de adjunta do ministro das Finanças, de acordo com nota enviada pelo gabinete do Ministro das Finanças.

PSD: Montenegro eleito novo presidente com 73% dos votos

O social-democrata Luís Montenegro foi hoje eleito 19.º presidente do PSD com 73% dos votos, vencendo as eleições diretas a Jorge Moreira de Silva, que alcançou apenas 27%, segundo os resultados provisórios anunciados pelo partido.

Governo e PS reúnem-se em breve sobre medidas de crescimento económico

Lisboa, 06 mai (Lusa) - O porta-voz do PS afirmou hoje que haverá em breve uma reunião com o Governo sobre medidas para o crescimento, mas frisou desde já que os socialistas votarão contra o novo "imposto sobre os pensionistas".