Marcelo recusa imiscuir-se na discussão sobre redução de impostos para já

Marcelo recusa imiscuir-se na discussão sobre redução de impostos para já
| Política
Porto Canal / Agências

O Presidente da República rejeitou comentar a proposta do PSD para redução de impostos, mas alertou que o assunto é incontornável com a aproximação da discussão do Orçamento do Estado, ainda mais havendo eleições europeias em 2024.

“Não vou comentar posições partidárias, o que eu disse foi muito geral (…). Quando se avança para um Orçamento do Estado, que é já amanhã, por assim dizer, é evidente que um ponto sempre discutido e fundamental são os impostos. Quando se avança para uma eleição europeia – e estamos a oito meses de uma – um ponto inevitável a tratar são os impostos”, referiu Marcelo Rebelo de Sousa, à chegada a Varsóvia para uma visita de dois dias ao país que inclui um encontro com o homólogo polaco.

O chefe de Estado considerou que “não tem nada que intervir” no debate, que é entre partidos e na Assembleia da República, mas considerou que é necessário “olhar para o contexto de um país que tem muitas famílias com muitos apertos que subsistem” e de uma “situação internacional que está bastante indefinida”.

O Presidente da República revelou que da auscultação que fez nas últimas semanas aos portugueses que encontrou pelas ruas, a inflação e os impostos, assim como o regresso ao período escolar, estão entre as preocupações principais.

"Veremos o que é que o Governo avança como proposta de Orçamento do Estado, veremos quais são as propostas das oposições nessa matéria", completou.

+ notícias: Política

Após polémica, adjunta do ministro das Finanças recua e decide não assumir funções

Patrícia Dantas recua e não vai assumir funções de adjunta do ministro das Finanças, de acordo com nota enviada pelo gabinete do Ministro das Finanças.

PSD: Montenegro eleito novo presidente com 73% dos votos

O social-democrata Luís Montenegro foi hoje eleito 19.º presidente do PSD com 73% dos votos, vencendo as eleições diretas a Jorge Moreira de Silva, que alcançou apenas 27%, segundo os resultados provisórios anunciados pelo partido.

Governo e PS reúnem-se em breve sobre medidas de crescimento económico

Lisboa, 06 mai (Lusa) - O porta-voz do PS afirmou hoje que haverá em breve uma reunião com o Governo sobre medidas para o crescimento, mas frisou desde já que os socialistas votarão contra o novo "imposto sobre os pensionistas".