Alargamento da idade de adoção até aos 18 anos publicado em Diário da República

Alargamento da idade de adoção até aos 18 anos publicado em Diário da República
| Política
Porto Canal/Agências

O alargamento da idade máxima de adoção de crianças para os 18 anos foi esta quinta-feira publicado em Diário da República e entra em vigor na sexta-feira, deixando de se aplicar o anterior limite etário para adoções, que era 15 anos.

O diploma, que alterou o Código Civil e o Regime Jurídico do Processo de Adoção, estipula ainda a modificação da idade mínima da pessoa que adota para os 25 anos, em vez do anterior limite mínimo de 30 anos.

As alterações resultam do texto final da comissão parlamentar de Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias que foi aprovado por unanimidade pela assembleia da República no início de julho.

O texto resultou do trabalho na especialidade, que juntou projetos de lei apresentados pelo Bloco de Esquerda (BE), Partido Comunista Português (PCP), partido Pessoas-Animais-Natureza (PAN), Iniciativa Liberal (IL) e Livre.

Até esta mudança, a lei portuguesa só contemplava a adoção de crianças entre os 15 e os 18 anos nos casos em que se tratava “filhos do cônjuge do adotante” ou tivessem sido “confiados aos adotantes antes dos 15 anos” e não eram financeiramente independentes.

A limitação dos 15 anos podia levar a casos de separação de irmãos, se no momento da adoção um tivesse 15 anos e o outro 16, por exemplo.

+ notícias: Política

Após polémica, adjunta do ministro das Finanças recua e decide não assumir funções

Patrícia Dantas recua e não vai assumir funções de adjunta do ministro das Finanças, de acordo com nota enviada pelo gabinete do Ministro das Finanças.

PSD: Montenegro eleito novo presidente com 73% dos votos

O social-democrata Luís Montenegro foi hoje eleito 19.º presidente do PSD com 73% dos votos, vencendo as eleições diretas a Jorge Moreira de Silva, que alcançou apenas 27%, segundo os resultados provisórios anunciados pelo partido.

Governo e PS reúnem-se em breve sobre medidas de crescimento económico

Lisboa, 06 mai (Lusa) - O porta-voz do PS afirmou hoje que haverá em breve uma reunião com o Governo sobre medidas para o crescimento, mas frisou desde já que os socialistas votarão contra o novo "imposto sobre os pensionistas".